SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 suppl.1Management of head injury in childrenNeurological manifestation and genetic diagnosis of Angelman, Rett and Fragile-X syndromes author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

ROTTA, Newra Tellechea. Paralisia cerebral, novas perspectivas terapêuticas. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2002, vol.78, suppl.1, pp. S48-S54. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572002000700008.

Objetivo: a revisão da paralisia cerebral tem como objetivo oferecer ao pediatra informações atualizadas sobre o diagnóstico e tratamento. Fontes dos dados: foram utilizados dados de revisão bibliográfica não sistematizada e da experiência no atendimento dos pacientes da Unidade de Neurologia do Serviço de Pediatria do HCPA-UFRGS. Síntese dos dados: o diagnóstico e tratamento da paralisia cerebral é multidisciplinar. Ao lado do sintoma principal motor, estão os sintomas associados que requerem igual atenção. Os exames de neuroimagem são importantes para melhor localizar a lesão, e mostrar sua extensão e características. O EEG auxilia no diagnóstico das epilepsias associadas. O tratamento principal é fisioterápico, auxiliado pelo tratamento da espasticidade, com antiespásticos orais, ou com toxina botulínica injetável. O tratamento de epilepsia secundária varia de acordo com o tipo de crise. Conclusões: o pediatra é o primeiro médico a entrar em contato com a criança com paralisia cerebral, e deve estar apto para reconhecer precocemente os desvios do desenvolvimento, orientar o manejo e, dentro das possibilidades e necessidades, encaminhar ao especialista.

Keywords : lesão cerebral; neurologia pediátrica; espasticidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese