SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.79 issue1Health related quality of life survey about children and adolescents with juvenile idiopathic arthritisDecrease of the occurrence of pneumothorax in newborns with respiratory distress syndrome through reduction of ventilatory parameters author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

VARELLA, Ivana S. et al. Prevalência de soropositividade para toxoplasmose em gestantes. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2003, vol.79, n.1, pp. 69-74. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572003000100012.

Objetivo: medir a prevalência de soropositividade para toxoplasmose em gestantes e avaliar associações de ocorrência da soropositividade com idade, cor, procedência e escolaridade maternas. Métodos: estudo transversal, incluindo 1.261 gestantes atendidas na maternidade do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Porto Alegre (RS), e que realizaram teste sorológico para toxoplasmose durante a gestação, ou no momento do parto, foi conduzido entre julho a outubro e dezembro de 2000. Foram investigadas as variáveis idade, cor, procedência, escolaridade e sorologia para toxoplasmose (IgG e IgM), utilizando o método enzimático por micropartícula quantitativo (MEIA). Resultados: a prevalência de soropositividade para toxoplasmose nas gestantes estudadas foi de 59,8% (IC95%: 57,0% - 62,5%). Houve aumento na proporção de soropositividade com aumento da idade da mãe (p = 0,012); já maior nível de escolaridade foi fator de proteção para toxoplasmose (p < 0,001). A hipótese de que a proporção de gestantes soropositivas aumentaria conforme a maior distância de sua procedência da capital não se confirmou (p = 0,750). Não se observou diferença quanto à cor (p = 0,228). Na análise multivariada, a idade materna continuou mostrando associação linear com o aumento da soropositividade, mesmo após ajuste para escolaridade, procedência e cor. Conclusão: a prevalência de soropositividade em gestantes na população estudada é elevada e justifica a adoção de medidas preventivas primárias e secundárias, até que posteriores estudos forneçam maior evidência quanto à racionalização no emprego de técnicas diagnósticas e terapêuticas em toxoplasmose.

Keywords : toxoplasmose; gestação; anticorpos; prevalência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese