SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.79 issue6Promotion of breastfeeding: the importance of pediatricians with specific trainingAcute exposure to imidazoline derivatives in children author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557On-line version ISSN 1678-4782

Abstract

DIMENSTEIN, Roberto; SIMPLICIO, Janicéia L.; RIBEIRO, Karla D. S.  and  MELO, Illana L. P.. Influência de variáveis socioeconômicas e de saúde materno-infantil sobre os níveis de retinol no colostro humano. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2003, vol.79, n.6, pp.513-518. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572003000600009.

OBJETIVO: Determinar os níveis de retinol no colostro de lactantes moradoras da cidade de Natal (RN) e sua relação com as variáveis socioeconômicas e de saúde materno-infantil. MÉTODOS: Foram avaliadas 42 nutrizes saudáveis, entre 18 e 39 anos, até 48 horas pós-parto. Foram aplicados questionários para a coleta de dados socioeconômicos, antropométricos e dietéticos. O estado nutricional antropométrico foi determinado pelo índice de massa corpórea e os dados de consumo alimentar em vitamina A foram obtidos pelo inquérito dietético de história alimentar, sendo a análise realizada pelo programa Virtual Nutri. Foram coletados 2 ml de colostro, e a determinação do retinol foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência. RESULTADOS: A maioria das nutrizes apresentou baixa condição socioeconômica e baixo grau de escolaridade. Entre as nutrizes, 55% apresentavam um consumo de vitamina A adequado, com uma média de ingestão de 1.398,8 µgRE/dia. O valor médio de retinol no colostro foi 93,1+51,1 µgRE/100 ml. Quando relacionado aos níveis de retinol no leite, as variáveis renda (p = 0,503), escolaridade (p = 0,708) e peso ao nascer do bebê (p = 0,499) não apresentaram diferenças significativas. Entretanto, houve diferença estatisticamente significativa entre o nível de retinol no leite e o estado nutricional na gestação (p = 0,016). CONCLUSÃO: A não-influência de variações socioeconômicas nos níveis de retinol do colostro sugere a existência de um mecanismo de adaptação da glândula mamária na manutenção dos níveis adequados de retinol para atender às necessidades diárias do lactente.

Keywords : Retinol; colostro humano; indicadores socioeconômicos; indicadores de saúde materno-infantil.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License