SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 issue4Clinical and histological features of duodenal ulcer in children and adolescentsCongenital generalized lipodystrophy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SILVA, Clécio H. da  and  GIUGLIANI, Elsa R. J.. Consumo de medicamentos em adolescentes escolares: uma preocupação. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2004, vol.80, n.4, pp. 326-332. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.2223/JPED.1208.

OBJETIVO: Estudar a prevalência de consumo de medicamentos em adolescentes escolares e correlacioná-la com tipo de escola (pública ou particular), série e turno de estudo, idade e sexo dos alunos, escolaridade dos pais e hábito de consumo familiar de medicamentos. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra representativa da população de escolares do ensino médio de Porto Alegre - 1.281 alunos de 58 turmas, distribuídos em estratos proporcionais de escolas públicas e particulares. O questionário foi respondido, de forma individual e anônima, pelos alunos dentro da sala de aula, que informaram o consumo de medicamentos nos últimos 7 dias, especificando o fármaco utilizado. Foram realizados análise descritiva das variáveis, testes de associação linear e regressão logística múltipla. RESULTADOS: O uso de medicamentos ocorreu em 49,5% da amostra. Os grandes grupos farmacológicos mais consumidos foram analgésicos/antiinflamatórios e antigotosos (32,5% do consumo) e hormônios e análogos (12,1%). Os analgésicos/antipiréticos/antiinflamatórios e os estrógenos/progestágenos foram, respectivamente, os mais utilizados nos grupos farmacológicos citados anteriormente. O ácido acetilsalicílico foi a substância analgésica mais consumida. Os alunos do sexo feminino (RC = 2,24), com 17 anos ou mais (RC = 1,41), com menor escolaridade materna (RC = 1,40) e cujos familiares tinham o hábito de consumir medicamentos (RC = 1,39) apresentaram risco aumentado para o consumo de medicamentos. CONCLUSÕES: Houve um elevado consumo de medicamentos entre adolescentes escolares, em especial entre as meninas e os alunos com mais idade. O hábito familiar de consumo e a baixa escolaridade materna também favorecem o uso de medicamentos.

Keywords : Uso de medicamentos; estudantes; adolescência.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese