SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 issue5Feeding habits of breastfed and non-breastfed children up to 1 year oldAutosomal chronic granulomatous disease: case report and mutation analysis of two Brazilian siblings author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

ANCHIETA, Lêni M.; XAVIER, César C.  and  COLOSIMO, Enrico A.. Velocidade de crescimento de recém-nascidos pré-termo adequados para a idade gestacional. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2004, vol.80, n.5, pp. 417-424. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572004000600014.

OBJETIVO: Avaliar a velocidade de crescimento de recém-nascidos pré-termo adequados para a idade gestacional através da construção de curvas. METODOLOGIA: Estudo longitudinal realizado em duas maternidades públicas de Belo Horizonte. Avaliou-se peso, perímetro cefálico e comprimento, semanalmente, em 260 recém-nascidos pré-termo adequados para a idade gestacional, com peso ao nascer menor que 2.500 g. Construíram-se curvas de velocidade a partir da derivada da equação matemática do modelo de Count, aplicado ao crescimento somático. Utilizaram-se duas análises de velocidade: absoluta, ou seja, a taxa de ganho de peso (g/dia), perímetro cefálico e comprimento (cm/semana); e a relativa, ou seja, a taxa de ganho de peso (g/kg/dia), perímetro cefálico e comprimento (cm/m/semana). RESULTADOS: As curvas de ganho de peso (g/dia) foram proporcionais ao peso de nascimento (os de menor peso ganharam 15,9, e os de maior, 30,1 g/dia na terceira semana). As curvas de ganho de peso (g/kg/dia) foram inversamente proporcionais ao peso de nascimento, com aumento das taxas entre a primeira e quarta semana (os de menor peso alcançaram, na terceira semana, 18, e os de maior, 11,5 g/kg/dia). A partir de então, houve diminuição gradativa, e na 12a semana ocorreu uma confluência das curvas, traduzindo taxas de ganho de peso muito próximas (7,5 a 10,2 g/kg/dia). As curvas de velocidade relativa (cm/m/semana) de perímetro cefálico e comprimento foram inversamente proporcionais ao peso de nascimento; os recém-nascidos de menor peso apresentam maior taxa de incremento dessas variáveis. CONCLUSÃO: As curvas de velocidade relativa descrevem melhor a dinâmica de crescimento dos recém-nascidos pré-termo, principalmente para os de menores pesos, que incorporam maior ganho de peso, perímetro cefálico e comprimento.

Keywords : Prematuro; curvas de crescimento; velocidade de crescimento.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese