SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.81 issue1  suppl.1Immunological peculiarities of extremely preterm infants: a challenge for the prevention of nosocomial sepsisPulmonary prognosis in preterm infants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SUGUIHARA, Cleide  and  LESSA, Andrea Cacho. Como minimizar a lesão pulmonar no prematuro extremo: propostas. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2005, vol.81, n.1, suppl.1, pp. S69-S78. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572005000200009.

OBJETIVO: Apresentar uma revisão das principais causas da nova displasia broncopulmonar e as estratégias utilizadas para diminuir sua incidência nos prematuros extremos. FONTES DOS DADOS: Para essa revisão, pesquisas foram feitas na MEDLINE (1996 a outubro de 2004), no Cochrane Database, em resumos da Society for Pediatric Research e recentes conferências sobre o tema. SÍNTESE DOS DADOS: A tecnologia e os novos conhecimentos científicos têm aumentado significantemente a sobrevida de prematuros extremos. Esse aumento da sobrevida resultou em aumento da incidência de displasia broncopulmonar. Atualmente, a displasia broncopulmonar é mais freqüentemente observada em recém-nascidos < 1.200 g. As características da displasia broncopulmonar nesses prematuros extremos, atualmente chamada de "nova" displasia broncopulmonar, são bastante diferentes da clássica descrita por Northway. A nova displasia broncopulmonar tem etiologia multifatorial, como volutrauma, atelectrauma, toxicidade ao oxigênio e reação inflamatória. Terapias como corticosteróide pré-natal, surfactante exógeno, pressão aérea positiva contínua nasal, novos tipos de ventilação mecânica e uma ventilação mais gentil têm sido usadas para tentar diminuir a gravidade da lesão pulmonar. CONCLUSÕES: Para prevenir a lesão pulmonar em prematuros extremos, é necessário minimizar os vários fatores que desencadeiam a displasia broncopulmonar e utilizar estratégias terapêuticas menos agressivas. O melhor conhecimento desses fatores de risco da displasia broncopulmonar poderá gerar novas terapêuticas, que, conjuntamente com o tratamento utilizado atualmente para minimizar a lesão pulmonar, serão fundamentais para uma melhor evolução clínica desses prematuros extremos.

Keywords : Prematuro; displasia broncopulmonar; ventilação mecânica.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese