SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.81 issue6Growth impairment of children with different types of lip and palate clefts in the first 2 years of life: a cross-sectional studyThe impact of training based on the Baby-Friendly Hospital Initiative on breastfeeding practices in the Northeast of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557On-line version ISSN 1678-4782

Abstract

ALMEIDA-JUNIOR, Armando A. et al. Associação entre índice de ventilação e tempo de ventilação mecânica em lactentes com bronquiolite viral aguda. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2005, vol.81, n.6, pp.466-470. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572005000800010.

OBJETIVO: Avaliar a associação entre tempo de ventilação mecânica e variáveis antropométricas, clínicas e de função pulmonar, precocemente, em lactentes com insuficiência respiratória por bronquiolite viral aguda em ventilação mecânica invasiva, e a evolução temporal das variáveis significativamente correlacionadas. MÉTODOS: Foram estudados 29 lactentes admitidos na unidade de terapia intensiva pediátrica do Hospital de Clínicas da UNICAMP, com diagnóstico de bronquiolite viral aguda, definido por critérios clínicos e radiológicos. Lactentes com doenças crônicas ou instabilidade hemodinâmica foram excluídos. Todas as medidas foram feitas entre 24 e 72 horas em ventilação mecânica, usando capnografia volumétrica e análise dos gases sangüíneos. O tempo de ventilação mecânica foi dividido em: menor ou igual que 7 dias e maior que 7 dias. A associação entre o tempo de ventilação e as variáveis analisadas foi determinada pelo coeficiente de correlação de Spearman (rs) RESULTADOS: O tempo de ventilação mecânica apresentou correlação positiva significativa com a PaCO2 (rs = 0,45, p = 0,01) e com o índice de ventilação (rs = 0,51, p = 0,005), e negativa com o pH (rs = -0,40, p = 0,03). Índice de ventilação com valor de 37, avaliado do primeiro ao quinto dia, foi associado a risco progressivamente aumentado de tempo de ventilação mecânica maior que 7 dias (OR = 4,2 no primeiro dia a 15,71 no quarto dia) CONCLUSÕES: Índice ventilatório, PaCO2 e pH, precocemente medidos, foram associados com tempo prolongado em ventilação mecânica, refletindo a gravidade do distúrbio ventilatório e necessidade de suporte.

Keywords : Função pulmonar; ventilação mecânica; pediatria; terapia intensiva; insuficiência respiratória aguda; volume espaço morto.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License