SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.82 issue6Manifestations of the human T-cell lymphotropic virus type I infection in childhood and adolescenceMaximum oxygen uptake in adolescents as measured by cardiopulmonary exercise testing: a classification proposal author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

FALEIROS, Francisca T. V.  and  MACHADO, Nilton C.. Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde em crianças com distúrbios funcionais da defecação. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2006, vol.82, n.6, pp. 421-425. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572006000800005.

OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde em crianças com distúrbios funcionais da defecação. MÉTODOS: Estudo de 100 crianças atendidas consecutivamente (grupo total), classificadas pelos critérios de Roma II e divididas em três subgrupos: constipação funcional (n = 57), retenção fecal funcional (n = 29) e escape fecal funcional não retentivo (n = 14). Foi utilizado o instrumento genérico Child Health Questionnaire - Parent Form 50 (CHQ-PF50®), para medida de qualidade de vida e avaliação do impacto desses distúrbios na percepção dos pais. Esse instrumento mede o bem-estar físico e psicossocial por meio de 15 conceitos em saúde (domínios), cada qual com uma escala de 0 a 100, com maiores valores indicando melhor estado de saúde e bem-estar. Destes, 10 são utilizados para obter dois escores agregados e sumários: o escore físico e o escore psicossocial. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significante quanto às características demográficas e antropométricas entre os subgrupos. Para 14 domínios, as crianças com distúrbios de defecação tiverem menores índices quando comparadas com as crianças saudáveis. Comparando os subgrupos, obteve-se diferença estatisticamente significante para o escore físico entre escape fecal funcional não retentivo (menores valores) e constipação funcional. Os valores dos escores físico e psicossocial das crianças do grupo total foram inferiores quando comparados com o grupo de crianças saudáveis utilizadas como controle. CONCLUSÃO: O CHQ-PF50® foi considerado adequado para demonstrar o comprometimento da qualidade de vida em crianças com distúrbios funcionais da defecação, conforme já relatado para outras doenças, sendo útil na tomada de decisão terapêutica e no seguimento desses pacientes.

Keywords : Qualidade de vida; distúrbios da defecação; constipação.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese