SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue2  suppl.Maintenance parenteral fluids in the critically ill childDengue and dengue hemorrhagic fever: management issues in an intensive care unit author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

ANDRADE, Olberes V. B.; IHARA, Flávio O.  and  TROSTER, Eduardo J.. Acidose metabólica na infância: por que, quando e como tratá-la?. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2007, vol.83, n.2, suppl., pp. S11-S21. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572007000300003.

OBJETIVO: Apresentar uma revisão atualizada e crítica sobre os mecanismos das principais patologias associadas e o tratamento da acidose metabólica, discutindo aspectos controversos quanto aos benefícios e riscos da utilização do bicarbonato de sódio e outras formas de terapia. FONTES DOS DADOS: Revisão da literatura publicada, obtida através de busca eletrônica com as palavras-chave acidose metabólica, acidose láctica, cetoacidose diabética, ressuscitação cardiopulmonar, bicarbonato de sódio e terapêutica nas bases de dados PubMed/MEDLINE, LILACS e Cochrane Library, entre 1996 e 2006, além de publicações clássicas referentes ao tema, sendo selecionadas as mais atuais e representativas, buscando-se consensos e diretrizes. SÍNTESE DOS DADOS: A utilização de bicarbonato de sódio não demonstra benefícios no quadro hemodinâmico, evolução clínica, morbidade e mortalidade nos quadros de acidose metabólica de anion gap elevado, relacionados à acidose láctica, cetoacidose diabética e ressuscitação cardiorrespiratória. Assim, a sua utilização rotineira não é indicada. Devem ser considerados os potenciais efeitos colaterais. O tratamento da doença de base é fundamental para reversão do processo. Outras terapias alternativas não demonstram efetividade comprovada em grande escala. CONCLUSÕES: Apesar dos efeitos conhecidos da acidemia em situações críticas no organismo, discute-se o papel protetor da acidemia nas células sob hipoxemia e os riscos da alcalemia secundária à intervenção medicamentosa. Existe consenso na reposição de álcalis e bicarbonato de sódio nos casos de acidose de anion gap normal; entretanto, nos casos de acidose de anion gap elevado, particularmente na acidose láctica, cetoacidose diabética e na ressuscitação cardiorrespiratória, o uso de bicarbonato de sódio não demonstra benefícios, além dos potenciais efeitos adversos, o que torna restrita sua indicação. Apesar da controvérsia, o único ponto concordante refere-se à abordagem mais precoce da doença de base e dos mecanismos geradores da acidemia metabólica. Outras alternativas terapêuticas são promissoras; entretanto, os efeitos adversos e a falta de trabalhos controlados em pediatria não determinam evidências suficientes que recomendem sua utilização de rotina.

Keywords : Acidose [terapia]; acidose láctica; cetoacidose diabética; bicarbonato de sódio; criança.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese