SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue3Factors associated with duration of breastfeedingEfficacy of new microprocessed phototherapy system with five high intensity light emitting diodes (Super LED) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

GRAEBNER, Ivete T.; SAITO, Carlos H.  and  SOUZA, Elizabeth M. T. de. Avaliação bioquímica de vitamina A em escolares de uma comunidade rural. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2007, vol.83, n.3, pp. 247-252. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572007000400010.

OBJETIVO: Investigar a prevalência de deficiência de vitamina A em escolares de área rural do Distrito Federal e correlacionar com índices de anemia e desnutrição. MÉTODOS: Do total de 179 alunos, o estudo incluiu 155 escolares (5 a 18 anos), cujos pais autorizaram a participação na coleta de sangue. A concentração de retinol plasmático foi determinada por cromatografia líquida de alta resolução, e os níveis plasmáticos de vitamina A inferior a 20 µg/dL foram considerados como inadequação ou deficiência de vitamina A. A hemoglobina foi dosada em contador de células automatizado, e a anemia foi caracterizada para crianças e adolescentes com valor sérico menor que 11,5 e 12,0 g/dL, respectivamente. O estado nutricional foi avaliado com o índice escore z para peso/altura, altura/idade e percentil do índice de massa corporal. RESULTADOS: Os resultados mostraram que 33,55% dos escolares pesquisados apresentavam deficiência de vitamina A, com prevalência de 35,44% entre crianças (5-9 anos) e de 31,58% entre adolescentes (10-18 anos). Não foi encontrada correlação entre a prevalência de deficiência de vitamina A e prevalência de anemia ou desnutrição. A deficiência de vitamina A foi homogênea entre as idades e gêneros. CONCLUSÕES: A elevada prevalência de deficiência de vitamina A em crianças e adolescentes desta escola rural estudada identifica um problema de saúde pública na região. Esses resultados apontam para a necessidade de inclusão de faixas etárias maiores de 5 anos no grupo de risco de hipovitaminose A e sua inserção nas políticas públicas de combate à hipovitaminose A.

Keywords : Vitamina A; retinol; deficiência de vitamina A; escolares; hipovitaminose A.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese