SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue3Efficacy of new microprocessed phototherapy system with five high intensity light emitting diodes (Super LED)The effects of exposing rats to cigarette smoke on milk production and growth of offspring author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

ALMEIDA, José Luiz J. de et al. Envolvimento renal na púrpura de Henoch-Schönlein: uma análise multivariada de fatores prognósticos iniciais. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2007, vol.83, n.3, pp. 259-266. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572007000400012.

OBJETIVOS: Identificar fatores preditivos iniciais de envolvimento renal nas crianças e adolescentes com púrpura de Henoch-Schönlein. MÉTODOS: Por um período de 21 anos, os prontuários de 142 pacientes com diagnóstico de púrpura de Henoch-Schönlein admitidos em nosso Hospital Universitário foram revistos. Os fatores preditivos iniciais avaliados nos primeiros 3 meses incluíram: dados demográficos, manifestações clínicas (púrpura palpável persistente, artrite, dor abdominal, dor abdominal intensa, sangramento gastrointestinal, orquite, envolvimento do sistema nervoso central e hemorragia pulmonar), exames laboratoriais (níveis séricos de IgA) e tratamento utilizado (corticosteróides, imunoglobulina endovenosa e medicação imunossupressora). Os pacientes foram divididos em dois grupos (com presença ou ausência de nefrite) e avaliados de acordo com a análise univariada e multivariada. RESULTADOS: Nefrite foi evidenciada em 70 pacientes (49,3%). A análise univariada revelou que dor abdominal intensa (p = 0,0049; OR = 1,6; IC95% 1,18-2,21), sangramento gastrointestinal (p = 0,004; OR = 1,6; IC95% 1,10-2,26) e uso dos corticosteróides (p = 0,0012; OR = 1,7; IC95% 1,28-2,40) foram associados com uma maior incidência de envolvimento renal. Na análise multivariada, a regressão logística mostrou que a única variável independente na predição da ocorrência de nefrite foi dor abdominal intensa (p < 0,012; OR = 2,593; IC95% 1,234-5,452). CONCLUSÕES: Dor abdominal intensa representou um preditor significativo da nefrite na púrpura de Henoch-Schönlein. Conseqüentemente, os pacientes pediátricos com esta manifestação clínica devem ser rigorosamente seguidos, devido ao maior risco de acometimento renal.

Keywords : Púrpura de Henoch-Schönlein; nefrite; crianças; doença renal; prognóstico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese