SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 issue2Phototherapy causes DNA damage in peripheral mononuclear leukocytes in term infantsRisk factors for gastroesophageal reflux disease in very low birth weight infants with bronchopulmonary dysplasia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

CARDOSO, Letícia O.; VICENTE, Alessandra S. T.; DAMIAO, Jorginete J.  and  RITO, Rosane V. V. F.. Impacto da implementação da Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação nas prevalências de aleitamento materno e nos motivos de consulta em uma unidade básica de saúde. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2008, vol.84, n.2, pp. 147-153. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.2223/JPED.1774.

OBJETIVO: Comparar as prevalências de aleitamento materno e das queixas principais nas consultas de puericultura de uma unidade básica de saúde do município do Rio de Janeiro, nos períodos pré e pós-certificação da Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação. MÉTODOS: Foram analisadas informações de 121 e 200 crianças assistidas pela unidade antes e após sua certificação, respectivamente. Classificou-se o tipo de alimentação em aleitamento materno exclusivo, aleitamento materno predominante e aleitamento materno, e utilizou-se a 10ª Classificação Internacional de Doenças para categorização das queixas que motivaram as consultas de puericultura. RESULTADOS: Observou-se um aumento estatisticamente significativo da prevalência de aleitamento materno exclusivo tanto nos menores de 4 meses (68 versus 88%; p < 0,0001) quanto entre as crianças com idade entre 4 e 6 meses (41 versus 82%; p < 0,0001). Além disso, foi expressivo o aumento da prevalência de aleitamento materno em crianças maiores de 6 meses, especialmente entre os 9 e 12 meses de vida (24 versus 82%; p < 0,0001). Houve, também, diminuição nas consultas motivadas por alguma doença após a certificação da unidade nos lactentes com mais de 4 meses. CONCLUSÃO: A implantação da Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação mostrou-se estratégia importante para o aumento das taxas de aleitamento materno e para a diminuição de consultas motivadas por doenças nos lactentes menores de 1 ano assistidos nesta unidade.

Keywords : Aleitamento materno; atenção básica à saúde; saúde da criança; saúde pública.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese