SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 issue2Risk factors for gastroesophageal reflux disease in very low birth weight infants with bronchopulmonary dysplasiaMedication errors in a neonatal intensive care unit author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

MACHADO, Rodrigo Strehl; SILVA, Marcello Ruiz da  and  VIRIATO, Aírton. Furazolidona, tetraciclina e omeprazol: uma alternativa de baixo custo para erradicação de Helicobacter pylori em crianças. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2008, vol.84, n.2, pp. 160-165. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.2223/JPED.1772.

OBJETIVOS: Avaliar furazolidona, tetraciclina e omeprazol como tratamento de primeira linha para Helicobacter pylori em crianças com sintomas digestivos. MÉTODOS: Ensaio clínico aberto, prospectivo e consecutivo. O estudo incluiu pacientes acima de 8 anos com dispepsia funcional, dor abdominal funcional, anormalidades histológicas graves (metaplasia intestinal, atrofia gástrica ou linfoma do tecido linfóide associado às mucosas) ou úlcera péptica. A presença de H. pylori foi definida com base em exame histológico e teste da urease. O regime medicamentoso consistiu de um tratamento de 7 dias com omeprazol, tetraciclina (ou doxiciclina) e furazolidona duas vezes por dia. A erradicação foi avaliada através de endoscopia digestiva alta 2 meses após o tratamento (exame histológico e teste da urease). Avaliações clínicas posteriores foram realizadas 7 dias e 2 meses após o tratamento. RESULTADOS: Foram incluídos 36 pacientes (21 meninas/15 meninos). A idade variou de 8 a 19 anos (média de 12,94+2,89 anos). Na análise por intenção de tratar (n = 36), a taxa de erradicação foi de 83,3% (IC95% 77,1-89,5), ao passo que na análise por protocolo (n = 29), foi de 89,7% (IC95% 84,6-94,7). A adesão foi melhor quando se utilizou doxiciclina, mas as taxas de sucesso foram semelhantes para as duas tetraciclinas. Não houve nenhuma variável associada à falha no tratamento. Foram relatados efeitos colaterais em 17 pacientes (47,2%), principalmente dor abdominal (11/30,5%), náusea (sete/19,4%) e vômitos (cinco/13,9%). CONCLUSÃO: A terapia tripla com furazolidona e tetraciclina é uma alternativa de baixo custo para o tratamento da infecção pelo H. pylori.

Keywords : Furazolidona; tetraciclina; tratamento do Helicobacter pylori; criança; ensaio clínico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese