SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 issue4Cross-cultural adaptation and translation of two pain assessment tools in children and adolescentsThe participation of fathers in the breastfeeding process: experiences, knowledge, behaviors and emotions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

LOPES, Taís de S. et al. Comparação entre distribuições de referência para a classificação do estado nutricional de crianças e adolescentes com síndrome de Down. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2008, vol.84, n.4, pp. 350-356. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572008000400011.

OBJETIVO: Avaliar a concordância da categorização dos índices peso para idade (P/I) e estatura para idade (E/I) em indivíduos com síndrome de Down segundo diferentes curvas. MÉTODOS: Desenvolveu-se estudo transversal em crianças (2 a 9,9 anos de idade) e adolescentes (10 a 17,9 anos de idade) com síndrome de Down assistidos em instituições da região metropolitana do Rio de Janeiro. Os índices de P/I e E/I foram categorizados segundo os percentis de três curvas: duas para indivíduos com síndrome de Down e outra para indivíduos saudáveis. Os limites utilizados na categorização foram o percentil 5 (P5) e o percentil 95 (P95). Utilizou-se o Kappa ponderado na avaliação da concordância das classificações (significativo quando p < 0,05). RESULTADOS: Foram obtidas informações de 98 crianças e 40 adolescentes. Entre as crianças, o P/I < P5 variou de 1,0 a 18,4%; a concordância para essa categorização foi considerada fraca (Kappa = 0,16; IC95% -0,03-0,34; p < 0,01); para E/I, não foi observada concordância na classificação. Entre os adolescentes, a categorização do P/I < P5 variou de 2,5 a 5,0%; a concordância para essa classificação foi fraca (Kappa = 0,16; IC95% -0,15-0,48; p > 0,05); para E/I, a concordância foi boa (Kappa = 1,00; IC95% 0,23-1,00; p < 0,01). CONCLUSÃO: A concordância entre as classificações dos índices P/I e E/I geradas por diferentes distribuições mostrou-se fraca. Os dados indicam que o desenvolvimento de curvas específicas para indivíduos com síndrome de Down seria útil para a identificação de distúrbios ponderais, como o excesso de peso, que é freqüentemente observado nesse grupo.

Keywords : Avaliação nutricional; crianças; adolescentes; síndrome de Down; antropometria; peso para idade; estatura para idade.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese