SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 issue1Cognitive and behavioral status of low birth weight preterm children raised in a developing country at preschool ageIs being small for gestational age a risk factor for retinopathy of prematurity? A study with 345 very low birth weight preterm infants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557On-line version ISSN 1678-4782

Abstract

MORAES, Suzana A. de; FREITAS, Isabel C. M. de; MONDINI, Lenise  and  ROSAS, Juana B.. Curvas ROC para identificação de pontos de corte do peso ao nascer na predição do excesso de peso em escolares mexicanos. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2009, vol.85, n.1, pp.42-47. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.2223/JPED.1858.

OBJETIVO: Identificar pontos de corte do peso ao nascer na predição do excesso de peso em crianças e adolescentes mexicanos em idade escolar da cidade de Chilpancingo, México, em 2004. MÉTODOS: Seiscentos e sessenta e dois escolares de ambos os sexos, entre 5 e 13 anos, foram selecionados por amostragem probabilística, com partilha proporcional ao tamanho. Medidas do peso ao nascer foram extraídas das carteiras de vacinação. Para a classificação do estado nutricional, utilizaram-se pontos de corte do índice de massa corporal (IMC) segundo idade e sexo. Equações de predição foram construídas utilizando-se modelos de regressão linear. Áreas sob as curvas ROC (receiver operating characteristic) foram calculadas e curvas ROC de dois gráficos (TG-ROC) foram construídas, respectivamente, para detecção da acurácia global e identificação de pontos de corte do peso ao nascer, correspondentes à intersecção das curvas de sensibilidade e especificidade. RESULTADOS: Entre as crianças, a prevalência de excesso de peso foi maior no sexo feminino (46%) que no masculino (38,5%); entre adolescentes, as respectivas prevalências foram de 43,5 e 38,9%. O IMC médio e os decis de peso ao nascer apresentaram relação linear. As áreas sob as curvas ROC apresentaram valores > 78% em cada estrato, detectando-se diferença, em relação ao sexo, no grupo de adolescentes. As curvas TG-ROC apresentaram pontos de corte do peso ao nascer mais elevados nos meninos que nas meninas, e as intersecções das curvas de sensibilidade e especificidade foram > 0,70. CONCLUSÕES: Os resultados do estudo indicaram que pontos de corte do peso ao nascer podem ser utilizados como marcadores de excesso de peso, na infância e adolescência, constituindo-se em estratégia para o rastreamento de grupos de risco.

Keywords : Índice de massa corporal; peso ao nascer; sensibilidade e especificidade; estudos transversais.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License