SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 issue6Clinical and laboratory profile of pediatric and adolescent patients with type 1 diabetesBone mineral density, body composition, and food intake of adolescent runway models author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

MANTESE, Orlando Cesar et al. Prevalência de sorotipos e resistência antimicrobiana de cepas invasivas do pneumococo em crianças: análise de 9 anos. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2009, vol.85, n.6, pp. 495-502. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572009000600005.

OBJETIVO: Avaliar o perfil de sorotipos e a sensibilidade aos antimicrobianos de cepas de pneumococo obtidas de crianças e as implicações na formulação de vacinas pneumocócicas. MÉTODOS: Cepas de pneumococo isoladas no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia (MG), a partir de pacientes com doença invasiva, foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz, São Paulo (SP), para confirmação da identificação, sorotipagem e determinação da sensibilidade aos antimicrobianos. RESULTADOS: De abril de 1999 a dezembro de 2008, foram avaliadas 142 cepas de pneumococo obtidas de crianças de até 5 anos de idade. Setenta e cinco (52,8%) eram de pacientes do sexo masculino, e a idade variou de 1 a 60 meses (média de 19±15,4 meses e mediana de 15 meses). Os diagnósticos clínicos mais comuns foram pneumonia [92 casos (64,8%)] e meningite [33 casos (23,2%)], e as principais fontes de recuperação foram sangue [61 amostras (43%)], líquido pleural [52 (36,6%)] e liquor [28 (19,7%)]. Os sorotipos mais comuns foram o 14, 5, 6B, 1, 6A, 18C, 19A, 3, 9V, 19F, 23F, 9N e 10A. Foram detectadas 14 (9,9%) cepas penicilina-resistentes, restritas aos sorotipos 14, 6B, 19F, 19A e 23F e predominantes no período de 2004 a 2008 (p = 0,000). Foi detectada sensibilidade diminuída ao cotrimoxazol (79,5%), à eritromicina e à clindamicina (11,3% cada) e à ceftriaxona (5,6%). CONCLUSÕES: A resistência à penicilina foi detectada em 9,9% das cepas e predominou no período de 2004 a 2008. Foram identificados 20 diferentes sorotipos de pneumococo, e a cifra de cobertura pela vacina 7-valente atualmente disponível (PN CRM7) é de 71,9%.

Keywords : Streptococcus pneumoniae; sorotipagem; vacinas pneumocócicas; farmacorresistência bacteriana.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese