SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 issue6Hospitalization of children for asthma in the Brazilian Amazon: trend and spatial distributionHydrogen-ion potential of dobutamine hydrochloride solutions exposed to environmental conditions of neonatal intensive care units author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

EYMANN, Alfredo et al. Impacto da separação sobre a qualidade de vida de crianças em idade escolar. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2009, vol.85, n.6, pp. 547-552. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.2223/JPED.1958.

OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida psicossocial em filhos de pais separados em idade escolar. MÉTODOS: Conduziu-se um estudo transversal no ambulatório pediátrico de um hospital comunitário. Foram incluídas crianças de 5 a 12 anos de idade, de famílias intactas e de famílias separadas. A qualidade de vida das crianças foi avaliada através de relatórios maternos, utilizando-se o Child Health Questionnaire - Parent Form 50. Um modelo de regressão linear múltipla foi construído incluindo variáveis clinicamente relevantes significativas para a análise univariada (coeficiente beta e IC de 95%). RESULTADOS: Trezentas e trinta famílias foram convidadas a participar e 313 preencheram o questionário. A análise univariada demonstrou que a qualidade de vida estava significativamente associada à separação parental, sexo da criança, tempo passado com o pai, padrão de vida e nível de instrução materno. Em um modelo de regressão linear múltipla, os escores de qualidade de vida se mostraram mais baixos em meninos -4,5 (-6,8 a -2,3) e mais altos para tempo passado com o pai 0,09 (0,01 a 0,2). Em famílias separadas, a regressão demonstrou que os escores de qualidade de vida foram maiores quando a separação dos pais ocorrera em acordo mútuo 6,1 (2,7 a 9,4), quando a mãe possuía nível universitário 5,9 (1,7 a 10,1) e para cada ano passado desde a separação 0,6 (0,2 a 1,1), enquanto os escores foram menores em meninos -5,4 (-9,5 a -1,3) e para cada incremento de um ano da idade materna -0,4 (-0,7 a -0,05). CONCLUSÃO: A qualidade de vida psicossocial das crianças foi afetada pela separação. O Child Health Questionnaire pode ser útil para detectar um declínio na qualidade de vida psicossocial.

Keywords : Argentina; crianças; estado de saúde; qualidade de vida relacionada ao estado de saúde; relações familiares; Child Health Questionnaire.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese