SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.86 issue3The influence of playful activities on children's anxiety during the preoperative period at the outpatient surgical centerValidation and reliability analysis of the Portuguese language version of Needs of Parents Questionnaire author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SILVEIRA, Kátia B. R. et al. Associação entre desnutrição em crianças moradoras de favelas, estado nutricional materno e fatores socioambientais. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2010, vol.86, n.3, pp. 215-220. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572010000300009.

OBJETIVO: Investigar a associação da desnutrição em crianças residentes em assentamentos subnormais (favelas) de Maceió (AL) com o estado nutricional materno e as condições socioambientais. MÉTODOS: Estudo transversal, envolvendo amostra probabilística de 2.075 mães (18 a 45 anos) e respectivos filhos (4 meses a 6 anos), moradoras nas favelas da cidade de Maceió (AL). Para escolha dos assentamentos, procedeu-se primeiramente a uma análise de clusters para eleger a região administrativa da cidade de Maceió com menor índice de desenvolvimento humano. Após essa análise, a 7ª Região Administrativa foi a designada para o estudo, com seus 23 assentamentos subnormais. Os dados socioeconômicos, demográficos, antropométricos e de saúde materno-infantil foram coletados através de inquérito domiciliar. A estatística analisou a razão de chances de uma criança ser desnutrida, e a regressão univariada foi usada para verificar quais variáveis maternas estariam associadas a essa desnutrição. RESULTADOS: A desnutrição crônica (-2 desvios padrão/altura por idade) esteve presente em 8,6% das crianças e associou-se com idade e escolaridade materna, tipo de residência, número de cômodos, revestimento de piso, origem da água e baixo peso ao nascer (< 2.500 g) em crianças com idade < 24 meses. Encontrou-se também associação entre desnutrição infantil e baixa estatura materna, que não foi observada para índice de massa corporal. CONCLUSÕES: A alta prevalência de desnutrição infantil observada nesses assentamentos esteve relacionada às condições socioambientais e à baixa estatura das mães, que apresentaram déficit ou excesso de peso.

Keywords : Nanismo nutricional; obesidade; pobreza.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese