SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.86 issue5Nutritional errors in the first months of life and their association with asthma and atopy in preschool childrenTrends in childhood leukemia mortality over a 25-year period author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SANTOS, Luana C. dos et al. Notificação imprecisa da ingestão energética na dieta de adolescentes. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2010, vol.86, n.5, pp. 400-404. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572010000500008.

OBJETIVOS: Examinar a prevalência da sub e supernotificação da ingestão energética em adolescentes e seus fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal com 96 adolescentes na pós-puberdade (47 com peso normal e 49 obesos), com idade média de 16,6±1,3 anos. Peso e altura foram medidos e o índice de massa corporal foi calculado. A composição corporal foi avaliada através de absorciometria por raios X de dupla energia. A ingestão de alimentos foi avaliada por meio de um registro alimentar de 3 dias. Realizou-se uma avaliação bioquímica (níveis séricos de colesterol total, LDL, HDL, glicose plasmática e insulina). Os subnotificadores relataram uma ingestão energética < 1,35 x taxa metabólica basal (TMB), enquanto os supernotificadores relataram uma ingestão energética > 2,4 x TMB. RESULTADOS: Notificação imprecisa (sub ou supernotificação) da ingestão energética foi identificada em 65,6% dos adolescentes (64,6 e 1% de sub e supernotificação, respectivamente). Os adolescentes obesos apresentaram 5.0 vezes mais chances de subnotificar a ingestão energética (IC95% 2,0-12,7) do que os participantes com peso normal. Os subnotificadores apresentaram taxas mais altas de ingestão insuficiente de carboidratos (19,3 versus 12,1%, p = 0,046) e de lipídios (11,3 versus 0%, p < 0,001) do que os notificadores plausíveis. A ingestão de colesterol também foi mais baixa entre os subnotificadores (p = 0,017). Não houve diferenças significativas na composição corporal e nos parâmetros bioquímicos em relação à notificação imprecisa. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos demonstraram alta porcentagem de notificação imprecisa da ingestão energética entre adolescentes, principalmente entre os obesos, o que sugere que os valores de consumo de nutrientes ajustado para o consumo de energia deveriam ser empregados na análise de risco da relação dieta-doença a fim de contribuir para a redução de erros associados à notificação imprecisa.

Keywords : Adolescentes; avaliação dietética; ingestão energética; notificação imprecisa; subnotificação.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese