SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue1Sleep architecture and polysomnographic respiratory profile of children and adolescents with cystic fibrosisPrevalence of anemia among preschoolers and response to iron supplementation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

YOSHIOKA, Cristina R. M. et al. Análise das cepas de Streptococcus pneumoniae causadores de pneumonia invasiva: sorotipos e sensibilidade aos antimicrobianos. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.1, pp. 70-75. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000100012.

OBJETIVOS: Identificar os sorotipos de pneumococo mais frequentemente isolados de crianças internadas com pneumonia invasiva, comparar os sorotipos com os incluídos em vacinas conjugadas e analisar sua sensibilidade aos antimicrobianos mais utilizados na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo das pneumonias pneumocócicas identificadas em crianças internadas no hospital universitário da Universidade de São Paulo, no período de janeiro de 2003 a outubro de 2008. Os critérios de inclusão foram: faixa etária de 29 dias até 15 anos incompletos com diagnóstico clínico e radiológico de pneumonia e com cultura de sangue e/ou líquido pleural com crescimento de Streptococcus pneumoniae. RESULTADOS: Foram incluídas no estudo 107 crianças. Os sorotipos mais frequentes foram: 14 (36,5%), 1 (16,7%), 5 (14,6%), 6B (6,3%) e 3 (4,2%). A proporção de sorotipos contidos na vacina conjugada heptavalente seria de 53,1%, na vacina 10-valente de 86,5% e na 13-valente seria de 96,9%. De acordo com os padrões do Clinical and Laboratory Standards Institute 2008, 100 cepas (93,5%) de pneumococos foram sensíveis à penicilina (concentração inibitória mínima, CIM < 2 µg/mL), 7 cepas (6,5%) com resistência intermediária (CIM = 4 µg/mL) e nenhuma com resistência (CIM > 8 µg/mL). Verificamos alta taxa de sensibilidade para as cepas testadas para vancomicina, rifampicina, ceftriaxone, clindamicina, cloranfenicol e eritromicina. CONCLUSÕES: Nossos resultados confirmam um expressivo impacto potencial das vacinas conjugadas, principalmente pela 10-valente e 13-valente, sobre os casos de pneumonias invasivas. Os resultados de sensibilidade à penicilina evidenciam que a opção terapêutica de escolha para o tratamento das pneumonias invasivas continua sendo a penicilina.

Keywords : Pneumococo; Streptococcus pneumoniae; pneumonia; sorotipo; resistência antimicrobiana; vacina conjugada pneumocócica.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese