SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue1Analysis of invasive pneumonia-causing strains of Streptococcus pneumoniae: serotypes and antimicrobial susceptibilityLow prevalence of middle ear disease in cystic fibrosis patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

COSTA, Juliana T.; BRACCO, Mario M.; GOMES, Paulo A. P.  and  GURGEL, Ricardo Q.. Prevalência de anemia em pré-escolares e resposta ao tratamento com suplementação de ferro. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.1, pp. 76-79. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000100013.

OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de anemia entre os pré-escolares da rede pública de Ilhabela (SP) e a resposta ao tratamento instituído. MÉTODOS: Estudo com 667 pré-escolares, entre 2007 e 2008. As crianças foram avaliadas na escola quanto ao peso, estatura e concentração de hemoglobina. As anêmicas foram tratadas com sulfato ferroso por 12 semanas, com uma consulta intermediária e outra ao final. RESULTADOS: A prevalência de anemia foi de 25,6% (170 crianças). A concentração de hemoglobina mais baixa foi de 9,5 g/dL. A maior prevalência de anemia (36%) ocorreu em crianças de 60 a 65 meses de idade. A mediana da concentração de hemoglobina evoluiu de 10,5 g/dL para 11,8 g/dL ao final do tratamento, recuperando 76% das crianças. CONCLUSÃO: A identificação de crianças anêmicas nas escolas, o pronto tratamento da anemia e o acompanhamento durante o tratamento mostrou ser estratégia eficaz no combate a esse importante problema de saúde pública.

Keywords : Anemia; escolar; prevalência; hemoglobinômetro.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese