SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue1Analysis of invasive pneumonia-causing strains of Streptococcus pneumoniae: serotypes and antimicrobial susceptibilityLow prevalence of middle ear disease in cystic fibrosis patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

COSTA, Juliana T.; BRACCO, Mario M.; GOMES, Paulo A. P.  and  GURGEL, Ricardo Q.. Prevalência de anemia em pré-escolares e resposta ao tratamento com suplementação de ferro. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.1, pp.76-79. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000100013.

OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de anemia entre os pré-escolares da rede pública de Ilhabela (SP) e a resposta ao tratamento instituído. MÉTODOS: Estudo com 667 pré-escolares, entre 2007 e 2008. As crianças foram avaliadas na escola quanto ao peso, estatura e concentração de hemoglobina. As anêmicas foram tratadas com sulfato ferroso por 12 semanas, com uma consulta intermediária e outra ao final. RESULTADOS: A prevalência de anemia foi de 25,6% (170 crianças). A concentração de hemoglobina mais baixa foi de 9,5 g/dL. A maior prevalência de anemia (36%) ocorreu em crianças de 60 a 65 meses de idade. A mediana da concentração de hemoglobina evoluiu de 10,5 g/dL para 11,8 g/dL ao final do tratamento, recuperando 76% das crianças. CONCLUSÃO: A identificação de crianças anêmicas nas escolas, o pronto tratamento da anemia e o acompanhamento durante o tratamento mostrou ser estratégia eficaz no combate a esse importante problema de saúde pública.

Keywords : Anemia; escolar; prevalência; hemoglobinômetro.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License