SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue2Impact of HAART on growth and hospitalization rates among HIV-infected childrenCare alternatives for pediatric chronic mechanical ventilation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

CLEMENTE, Ana Paula Grotti et al. A baixa estatura leve está associada a índices mais elevados de gordura corporal: estudo de uma população de baixa renda. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.2, pp. 138-144. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000200009.

OBJETIVO: Testar se os indivíduos com escores z de estatura para idade entre -2 e -1 apresentam maior porcentagem de gordura corporal e, portanto, não devem ser classificados como tendo estado nutricional normal. MÉTODOS: Foram estudados 96 indivíduos (52 meninos e 44 meninas, 57% púberes). A composição corporal foi analisada por absortometria radiológica de dupla energia. RESULTADOS: O percentual de gordura abdominal em meninas pré-púberes com baixa estatura foi maior (27,4%; p = 0,01) quando comparado ao grupo com estatura normal (20,6%). Diferenças semelhantes na gordura abdominal (%) foram observadas para as meninas e meninos púberes com baixa estatura e estatura normal (37,6 e 29,8%, p = 0,01; 24,6 e 15,7%, p = 0,01, respectivamente). Os percentuais de gordura corporal total das meninas pré-púberes e dos meninos púberes com baixa estatura foram superiores (29,9 e 24,5%, p = 0,03; 26,3 e 18,1%, p = 0,01, respectivamente) aos dos grupo com estatura normal. Os grupos com estatura normal apresentaram menor circunferência da cintura. CONCLUSÃO: Adolescentes com baixa estatura leve apresentam alterações na composição corporal, indicando aumento do risco para doenças metabólicas.

Keywords : Estatura; desnutrição; sobrepeso; adolescentes; pobreza.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese