SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue2Mild stunting is associated with higher body fat: study of a low-income populationHepatic steatosis in obese children and adolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

HANASHIRO, Milton; FRANCO, Antonio O. C.; FERRARO, Alexandre A.  and  TROSTER, Eduardo J.. Alternativas de tratamento para pacientes pediátricos em ventilação mecânica crônica. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.2, pp. 145-149. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000200010.

OBJETIVO: Determinar o impacto da transferência de uma população pediátrica para unidades de dependentes de ventilação mecânica (UDVMs) ou para ventilação mecânica domiciliar (VMD) na disponibilidade de leitos na unidade de terapia intensiva (UTI) pediátrica. MÉTODOS: Estudo longitudinal retrospectivo de crianças hospitalizadas que necessitavam de VM prolongada na UDVM do Hospital Auxiliar de Suzano, um hospital público secundário do estado de São Paulo. Calculamos o número de dias que os pacientes passaram na UDVM e em VMD e analisamos sua sobrevida com o estimador Kaplan-Meier. RESULTADOS: Quarenta e um pacientes foram admitidos na UDVM em 7,3 anos. A mediana do tempo de internação na unidade foi de 239 dias (amplitude interquartil = 102-479). Desses pacientes, 22 vieram da UTI pediátrica, onde a transferência disponibilizou 8.643 leitos-dia (uma média de 14 novos pacientes por mês). A VMD de oito pacientes disponibilizou 4.022 leitos-dia no hospital em 4 anos (uma média de 12 novos pacientes por mês na UTI). A taxa de sobrevida dos pacientes em casa não foi significativamente diferente daquela verificada nos pacientes hospitalizados. CONCLUSÕES: Uma unidade hospitalar para dependentes de ventilação mecânica e a VMD podem melhorar a disponibilidade de leitos em UTIs. A taxa de sobrevida dos pacientes que recebem VMD não apresentou diferenças significativas em relação à dos pacientes que permanecem hospitalizados.

Keywords : Respiração artificial; serviços de assistência domiciliar; doenças neuromusculares; tempo de internação; cuidados intensivos.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese