SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue3Normalization of height and excess body fat in children with salt-wasting 21-hydroxylase deficiency author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

TRAIBER, Cristiane; COELHO-AMARAL, Priscila; RITTER, Valéria Raymundo Fonteles  and  WINGE, Annelise. Meningoencefalite causada pelo vírus vacinal da febre amarela transmitido pelo leite materno. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.3, pp. 269-272. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000300015.

OBJETIVO: Relatar um caso de meningoencefalite, provavelmente causada pelo vírus vacinal da febre amarela transmitido pelo leite materno. DESCRIÇÃO: Paciente de 38 dias de idade, internado em 23/05/09 para investigação de febre. No dia 25/05/09 iniciaram-se as crises convulsivas. O exame do líquido cefalorraquidiano (LCR) foi sugestivo de meningoencefalite. A mãe havia recebido dose da vacina contra febre amarela e o bebê estava em aleitamento materno exclusivo. Recebeu alta com controle das crises convulsivas. Foi detectado anticorpo IgM específico para febre amarela no soro e no LCR. COMENTÁRIOS: Em 2009, ocorreu o primeiro caso confirmado de meningoencefalite pelo vírus vacinal da febre amarela transmitido pelo leite materno. Descrevemos o segundo caso, em que, possivelmente, o vírus vacinal tenha sido o agente etiológico da meningoencefalite. O Ministério da Saúde do Brasil recomenda adiar a vacinação de nutrizes até a criança completar 6 meses ou orientar alternativas para evitar o risco de transmissão do vírus vacinal pelo leite materno.

Keywords : Eventos adversos; vacina contra febre amarela; encefalite; convulsões; aleitamento materno.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese