SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue4Systematic follow-up of hyperbilirubinemia in neonates with a gestational age of 35 to 37 weeksOral and inhaled corticoid treatment for wheezing in the first year of life author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

PAULIS, Milena De et al. Gravidade das coinfecções virais em lactentes hospitalizados com infecção por vírus sincicial respiratório. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.4, pp. 307-313. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000400006.

OBJETIVO: Comparar a gravidade de infecções causadas por um único vírus (VSR) com a gravidade de coinfecções. MÉTODOS: Este estudo avaliou uma coorte histórica de lactentes com infecção aguda por VSR. Secreção de nasofaringe foi coletada de todos os pacientes rotineiramente para pesquisa viral usando técnicas de biologia molecular. Os seguintes desfechos foram analisados: tempo total de internação, duração da oxigenioterapia, admissão em unidade de terapia intensiva e uso de ventilação mecânica. Os resultados foram ajustados para os fatores confundidores (prematuridade, idade e aleitamento materno). RESULTADOS: Foram incluídos no estudo 176 lactentes com idade média de 4,5 meses e diagnósticos de bronquiolite e/ou pneumonia. Cento e vinte e um tinham infecção única por VSR, e 55 tinham coinfecções (24 VSR + adenovírus, 16 VSR + metapneumovírus humano e 15 outras associações menos frequentes). Os quatro desfechos de gravidade avaliados foram semelhantes entre o grupo com infecção única por VSR e os grupos com coinfecções, independente do tipo de vírus associado com o VSR. CONCLUSÃO: As coinfecções virais não parecem alterar o prognóstico de lactentes hospitalizados com infecção aguda por VSR.

Keywords : Coinfecções; vírus respiratórios; lactentes.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese