SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue4Evaluation of rapid sequence intubation in the pediatric emergency departmentAssessment of the body posture of mouth-breathing children and adolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

POURSAFA, Parinaz et al. Associação da poluição atmosférica com parâmetros hematológicos em crianças e adolescentes. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.4, pp. 350-356. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.2223/JPED.2115.

OBJETIVO: Avaliar a relação entre poluição atmosférica e parâmetros hematológicos em uma amostra populacional de crianças e adolescentes. MÉTODOS: Este estudo transversal foi realizado em 2009-2010 com estudantes escolhidos aleatoriamente de diversas áreas de Isfahan, a segunda maior e mais poluída cidade iraniana. A associação entre os níveis de poluentes do ar e os de hemoglobina, plaquetas, glóbulos brancos (GB) e glóbulos vermelhos (GV) foi determinada pelas análises linear múltipla e de regressão logística ajustadas para idade, sexo, medidas antropométricas, fatores meteorológicos, e hábitos alimentares e de atividade física. RESULTADOS: Participaram do estudo 134 estudantes (48,5% meninos), com idade média de 13,10±2,21 anos. Com níveis moderados de Pollutant Standards Index (PSI), a média de material particulado (particulate matter) < 10 µm (PM10) foi mais do que o dobro do normal. A análise de regressão linear demonstrou que o PSI e a maioria dos poluentes atmosféricos, especialmente PM10, estiveram negativamente relacionados com a contagem de hemoglobina e GV e positivamente relacionados com a contagem de GB e plaquetas. O odds ratio de uma elevação nos GB aumentou conforme os quartis de PM10, ozônio e PSI aumentavam, embora essas associações fossem significativas somente no quartil superior de PM10 e PSI. Os valores correspondentes de hemoglobina e GV seguiram a direção oposta. CONCLUSÕES: Destaca-se a associação dos poluentes atmosféricos com parâmetros hematológicos e um possível estado pró-inflamatório. A presença dessas associações com PM10 em níveis regulares de PSI enfatiza a necessidade de se reavaliar as políticas ambientais de saúde na faixa etária pediátrica.

Keywords : Poluição do ar; contagem de células sanguíneas; aterosclerose; inflamação; crianças; prevenção.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese