SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue5Analysis of survival and prognostic factors of pediatric patients with brain tumorFrequent respiratory pathogens of respiratory tract infections in children attending daycare centers author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

ARAUJO-NETO, Severino A. de  and  BARACAT, Emílio C. E.. Evolução clínica de alterações tomográficas incidentais de seios paranasais em indivíduos assintomáticos: estudo de coorte. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2011, vol.87, n.5, pp. 433-438. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572011000500011.

OBJETIVO: Verificar se, em crianças e adolescentes sem rinossinusite, a presença de opacificações dos seios paranasais implica em maior risco de desenvolvimento posterior de sintomas do trato respiratório superior. MÉTODOS: Estudo prospectivo de coorte, com pacientes entre 0 e 18 anos, submetidos à tomografia computadorizada do crânio por indicações não relacionadas à rinossinusite. As opacificações sinusais foram aferidas pelo escore razão opacificação/desenvolvimento. A evolução clínica dos pacientes foi então avaliada por questionários durante o mês que se seguia ao exame. RESULTADOS: Dos 106 pacientes incluídos, as opacidades acometeram 56%, a maioria de espessamento mucoso. Opacidades intensas, ditas suspeitas (escore > 15), impuseram maior risco de desenvolvimento de sintomas no seguimento (odds ratio = 2,74; IC95%:1,10-6,83), em comparação aos exames normais ou às opacidades discretas. CONCLUSÃO: Opacidades tomográficas sinusais incidentais em crianças e adolescentes oferecem risco de desenvolvimento futuro de quadro clínico respiratório quando intensas.

Keywords : Rinossinusite; tomografia computadorizada; diagnóstico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese