SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.92 issue1Associations between the practice of bullying and individual and contextual variables from the aggressors' perspectiveDeuterium oxide dilution and body composition in overweight and obese schoolchildren aged 6-9 years author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557On-line version ISSN 1678-4782

Abstract

MANCANEIRA, Janayne F.; BENEDETTI, Juliana R.  and  ZHANG, Linjie. Internações e óbitos por coqueluche em crianças no período entre 1996 e 2013. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2016, vol.92, n.1, pp.40-45. ISSN 0021-7557.  https://doi.org/10.1016/j.jped.2015.03.006.

OBJETIVOS:

Avaliar a tendência temporal de internações e óbitos por coqueluche em crianças brasileiras de 1996 a 2013.

MÉTODOS:

Trata-se de um estudo ecológico descritivo de tendência temporal, baseado no banco de dados Datasus. Foram extraídos os números de internações e de óbitos por coqueluche em crianças até 19 anos de janeiro de 1996 a dezembro de 2013. A estatística descritiva foi aplicada para análise de dados.

RESULTADOS:

No período estudado foram registradas 19.047 internações por coqueluche, das quais 88,2% foram de lactentes menores de um ano. De 1996 a 2010, o número médio anual de internações foi de 755 e oscilou entre o máximo de 1.179 em 2004 e o mínimo de 400 em 2010. Houve um acréscimo de internações nos últimos três anos consecutivos (2011, 2012 e 2013), com 1.177, 2.954 e 3.589 registros, respectivamente. Ocorreram 498 óbitos por coqueluche em todo o período estudado, dos quais 96,8% eram menores de um ano. Houve acréscimo no número de óbitos por coqueluche em crianças em 2011, 2012 e 2013, com 40, 93 e 87 registrados, respectivamente. O aumento de internações e óbitos por coqueluche em crianças ocorreu em todas as regiões do país e houve maior acréscimo nas regiões Sudeste e Norte-Nordeste.

CONCLUSÕES:

Houve um aumento substancial de internações e de óbitos por coqueluche em crianças por três anos consecutivos (2011, 2012 e 2013) em todas as regiões brasileiras. A faixa etária mais atingida foi a de menores de um ano.

Keywords : Coqueluche; Internação; Óbito; Estudo ecológico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )