SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue3Asymmetric negative pressure pulmonary edema after acute upper airway obstruction: case reportAnatomical basis for infraclavicular brachial plexus block author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

MACHADO, Sheila Braga; MENDES, Florentino Fernandes  and  ANGELINI, Adriana de Campos. Doença de Moyamoya e anestesia com sevoflurano fora do centro cirúrgico: relato de caso. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2002, vol.52, n.3, pp. 344-347. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942002000300010.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A doença de Moyamoya é uma desordem cerebrovascular progressiva que representa um desafio anestésico em virtude da precária circulação cerebral destes pacientes, constituindo-se numa importante causa de acidente vascular cerebral em indivíduos jovens. O objetivo deste relato é apresentar o caso de um paciente com doença de Moyamoya que foi submetido à anestesia geral com sevoflurano para procedimento diagnóstico fora do centro cirúrgico. RELATO DO CASO: Criança com 13 anos, estado físico ASA IV, portadora de doença de Moyamoya com seqüela neurológica após três acidentes vasculares cerebrais, insuficiência renal crônica e hipertensão arterial sistêmica, submetida à endoscopia digestiva alta. Em decúbito dorsal e após monitorização, realizou-se indução inalatória pela cânula de traqueostomia com sevoflurano (aumento gradual da concentração inspiratória até 6%) e mistura de oxigênio/óxido nitroso a 50%. Um cateter venoso foi inserido para infusão de solução glicosada a 5%. Foi realizada ventilação controlada manual, sendo a manutenção da anestesia feita com sevoflurano a 4% e mistura de oxigênio/óxido nitroso a 50%. Ao final do procedimento os agentes anestésicos foram descontinuados simultaneamente e foi administrado oxigênio a 100%. A anestesia foi satisfatória, com boa estabilidade hemodinâmica, sem ocorrência de complicações durante o procedimento e com despertar precoce. CONCLUSÕES: O sevoflurano pode oferecer novas perspectivas para a anestesia inalatória em pacientes com doença neurológica que realizam procedimento ambulatorial, já que permite boa estabilidade hemodinâmica e despertar precoce, preservando a fisiologia cerebral.

Keywords : ANESTÉSICOS, Volátil [sevoflurano]; DOENÇAS [Neurológica: doença de Moyamoya].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese