SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue5Upper airway obstruction after peritonsillar abscess drainage: case reportElectrocardiogram analysis by the anesthesiologist author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

ARAGAO, Pedro Wanderley de; PRAZERES, João de Oliveira; ARAGAO, Vânia Maria de Farias  and  MARTINS, Carlos Alberto de Souza. Pressão arterial do anestesiologista durante o ato anestésico-cirúrgico no período matutino. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2002, vol.52, n.5, pp. 591-600. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942002000500010.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hipertensão arterial sistêmica incide em aproximadamente 20% da população mundial, dependendo da interação entre a predisposição genética e fatores ambientais. As condições de estresse inerentes ao trabalho do anestesiologista podem se manifestar no aparelho cardiovascular, influenciando na pressão arterial do profissional que a pratica. O objetivo deste estudo foi verificar se a prática da anestesia é fator desencadeante da variação da pressão arterial no anestesiologista durante o ato anestésico cirúrgico. MÉTODO: Participaram do estudo dez anestesiologistas, cada um realizando dez anestesias raquidianas para parto cesariano. Foram registradas cinco medidas da pressão arterial em cinco momentos diferentes, no total de 50 aferições por anestesiologista. A primeira, realizada após descanso prévio de cinco minutos da chegada do anestesiologista ao centro cirúrgico, denominado M1. A segunda, antes da realização da punção lombar, M2. A terceira, logo após a retirada da agulha do local da punção onde foi realizado o bloqueio, M3. A quarta, imediatamente após a retirada do feto, M4. E a última aferição, ao término da sutura da pele, M5. RESULTADOS: Ocorreu elevação na pressão arterial do anestesiologista nos momentos M3 e M4. CONCLUSÕES: A prática anestésica realizada é responsável por alteração significativa da pressão arterial do anestesiologista e está diretamente relacionada com os momentos de maior risco para o paciente durante o ato anestésico cirúrgico.

Keywords : COMPLICAÇÕES [hipertensão arterial]; EQUIPAMENTOS [esfigmomanômetro de mercúrio]; TÉCNICAS ANÉSTESICAS [Regional]; TÉCNICAS ANÉSTESICAS [subaracnóidea].

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese