SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue4Extraconal block for cataract extraction surgery with implantation of intraocular lens: influence of access way (upper or lower) in anesthetic outcomeEffects of halothane, isoflurane and sevoflurane on cardiovascular responses to infrarenal aortic cross-clamping: experimental study in dogs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

STOCCHE, Renato Mestriner; GARCIA, Luiz Vicente; REIS, Marlene Paulino dos  and  MIRANDA JUNIOR, Oswaldo. Clonidina por via venosa na técnica de hipotensão arterial induzida para timpanoplastias. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2003, vol.53, n.4, pp. 457-466. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942003000400005.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hipotensão arterial induzida é uma técnica eficaz para diminuir o sangramento durante atos cirúrgicos. A clonidina é um a2-agonista de ação central que já se mostrou segura em anestesia. O objetivo deste estudo foi verificar a eficiência da clonidina por via venosa como droga principal na hipotensão arterial controlada. MÉTODO: Participaram do estudo prospectivo e duplamente encoberto, 36 pacientes de ambos os sexos, estado físico ASA I e II, divididos aleatoriamente em três grupos de 12 pacientes que receberam medicação pré-anestésica: clonidina 3 µg.kg-1 (C3), clonidina 5 µg.kg-1 (C5) ou solução fisiológica a 0,9% (Controle) 15 minutos antes da indução anestésica. A manutenção anestésica foi feita com isoflurano até a concentração máxima de 2%. Foram anotados a PA e a FC antes, com 1 e 5 minutos após a indução e a cada 5 minutos de anestesia. Pacientes há mais de 15 minutos recebendo isoflurano a 2% e que não apresentaram PAS menor que 80 mmHg receberam nitroprussiato de sódio para indução da hipotensão arterial. RESULTADOS: Três pacientes (25%) no grupo C3 , um (8%) no grupo C5 e oito (66%) no grupo controle necessitaram de nitroprussiato de sódio. A dose total de nitroprussiato para se induzir hipotensão arterial no grupo controle foi maior do que nos grupos C3 e C5 (p < 0,01). A incidência de complicações foi semelhante nos três grupos. CONCLUSÕES: A clonidina por via venosa pode levar à hipotensão arterial induzida em cirurgias de timpanoplastias utilizando-se técnica de anestesia balanceada com concentração de isoflurano limitada em 2%. Nas condições deste estudo, a clonidina não influenciou a qualidade anestésica e o tempo de despertar.

Keywords : ANALGÉSICOS [clonidina]; CIRURGIA [Otorrinolaringológica]; CIRURGIA [timpanoplastia]; HIPOTENSÃO CONTROLADA.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese