SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue5Serum prevalence of hepatitis B virus in anesthesiologists author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

BENSENOR, Fábio Ely Martins  and  CICARELLI, Domingos Dias. Sedação e analgesia em terapia intensiva. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2003, vol.53, n.5, pp. 680-693. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942003000500016.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A ansiedade e a dor podem causar maior desconforto e risco aumentado de complicações no pós-operatório de pacientes cirúrgicos, prolongando inclusive seu tempo de internação. O objetivo deste estudo foi revisar os conceitos de sedação e analgesia em terapia intensiva, atualizando os conhecimentos e permitindo a revisão das informações disponíveis na literatura, assim como os consensos já publicados. CONTEÚDO: Apresentamos separadamente a sedação e analgesia, revisando cada grupo de fármacos disponível na prática clínica, suas características principais bem como seus efeitos colaterais mais importantes. Acrescentamos alguns protocolos utilizados em nossa UTI para analgesia e sedação, assim como as conclusões do último consenso do Colégio Americano de Medicina Intensiva e da Sociedade Americana de Terapia Intensiva. CONCLUSÕES: Apesar do grande arsenal terapêutico disponível na prática clínica, nota-se um grande desconhecimento das principais características dos fármacos utilizados para sedação e analgesia em terapia intensiva. Os consensos realizados tentam difundir as qualidades e efeitos colaterais dos fármacos mais utilizados, normatizando seu uso, tornando a analgesia e sedação realizadas nas UTI, procedimentos que beneficiem e recuperem mais rapidamente os pacientes.

Keywords : ANALGESIA; SEDAÇÃO; TERAPIA INTENSIVA.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese