SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue6Influence of acute pain management service on analgesic drugs cost and consumption in the post-anesthetic recovery unitVisceral hyperalgesia and chronic abdominal pain: diagnostic and therapeutic approach author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

BELLO, Manuel da Fonte; LIBERMAN, Gladys Miriam Lejbusiewicz  and  ESCUDERO, Gonzalo Manuel Barreiro. Incidentes críticos em anestesia no Uruguai - dez anos após: estudo comparativo (1990-2000). Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2003, vol.53, n.6, pp. 814-832. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942003000600013.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Descreve-se uma pesquisa sobre Incidentes Críticos (IC) em Anestesia. Os resultados encontrados em 2000 são comparados aos de 1990, na busca de variações de padrão de IC ao longo da década. MÉTODO: Foram utilizados 2 formulários diferentes. No primeiro (F1), constava uma lista pré-determinada de incidentes críticos para que os pesquisados apontassem com quais tinham tido algum tipo de contato para o estudo de freqüência relativa de cada incidente. No segundo (F2), solicitava-se a descrição de um incidente em particular, a critério do pesquisado. RESULTADOS: No F1 de 2000, foram assinalados 9.482 IC, em que os 13 mais freqüentes constituíram 50% de todas as ocorrências do período. Os resultados foram muito similares aos de 1990, já que dentre os mais freqüentes, 9 repetem-se em ambas as investigações. Os incidentes que alcançaram os primeiro e segundo lugares também se repetem: intubação difícil e disritmia cardíaca. Em F2 foram descritos 20% de IC com conseqüência mortal. Cinqüenta e quatro por cento das mortes deveram-se a 5 IC: parada cardíaca inesperada, tromboembolismo pulmonar, infarto agudo de miocárdio, aspiração de vômito e choque hipovolêmico. Quarenta e seis por cento dos IC foram de origem respiratória e 24% tiveram origem hemodinâmica. Destaca-se um aumento significativo de IC na recuperação e no pós-operatório imediato. A observação clínica do paciente foi responsável pela detecção de 63% dos IC. Comprova-se um aumento substancial dos IC relatados como imprevisíveis. CONCLUSÕES: Manteve-se a diversidade de incidentes críticos com diminuição dos fenômenos respiratórios. Este segue sendo o grupo mais freqüente. Há uma clara redução dos acidentes graves hipóxicos vinculados à intubação esofágica e óxido nitroso como gás único. Manteve-se a gravidade dos incidências hemodinâmicos.

Keywords : ANESTESIOLOGIA; COMPLICAÇÕES [acidentes]; COMPLICAÇÕES [incidentes]; COMPLICAÇÕES [morbidade]; COMPLICAÇÕES [mortalidade].

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese