SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54 issue1Correlation between CSF concentration and side effects after spinal morphine injection in ratsLabor analgesia in protein S deficient patient: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

SILVA, Neuzimar de Souza Freire; SAKATA, Rioko Kimiko  and  ISSY, Adriana Machado. Efeitos observados com diferentes doses de morfina subaracnóidea em ratos. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2004, vol.54, n.1, pp. 60-67. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942004000100008.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A morfina por via espinhal promove bom efeito analgésico, mas não é isenta de efeito colateral. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos observados com diferentes doses de morfina por via subaracnóidea. MÉTODO: Foram estudados cinco grupos de sete ratos, 24 horas após colocação de cateter subaracnóideo via cisterna magna sob anestesia com cetamina e xilazina por via muscular. O G1 recebeu 10 µl de solução fisiológica; os grupos G2, G3, G4, e G5 receberam respectivamente 0,1; 0,3; 0,5 e 1 µg de morfina em 10 µl de solução fisiológica. Os animais foram submetidos ao teste de imersão da cauda em água quente no M0 (antes da injeção), e M15, M30, M60, M120 e M180 minutos após injeção. RESULTADOS: Foi observada analgesia nos grupos que receberam morfina, em diversos momentos, quando comparados com o grupo controle e com o tempo antes da injeção de morfina. No G1 houve fraqueza das patas em 4 animais. Agitação ocorreu em M15 no G2 e em M15 e M30 no G3. Tremor mandibular foi observado em M5, M15, M30 e M60 no G2; no G3 foi observado em M5 e M15; no G4, em M5 e no G5, em M5. Prurido foi observado em M5, M15, M30 e M60 no G2; em M5, M15, M30, M60 e M120 no G3; em M5, M15, M30, M60, e M120 no G4; em M5, M15, M30, M60, e M120 no G5. Ausência de diurese ocorreu em M60 no G2; no M15, M30, M60 e M120 no G3; no M60 e M120 no G4; e no M30 e M60 no G5. Sedação ocorreu em M15, M30 e M60 nos grupos 2, 3 e 4; e em M15, M30, M60 e M120 no G5. Alteração respiratória foi observada em M15, M30, M60 no G2; em M15, M30 e M60 no G3; em M15 e M30 nos grupos 4 e 5. CONCLUSÕES: Neste estudo, todas as doses de morfina subaracnóideas administradas provocaram efeitos colaterais; e doses menores que 1 µg promoveram analgesia de curta duração.

Keywords : ANALGÉSICOS, Opióides [morfina]; ANIMAL [rato]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [subaracnóidea].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese