SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54 issue1Epidural abscess after patient-controlled epidural analgesia: case reportInfluence of intravenous clonidine in the cost of sevoflurane anesthesia for outpatient middle ear procedures author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

OLIVEIRA, Gizelda S de et al. Hemodiluição normovolêmica aguda em crianças submetidas a artrodese de coluna vertebral pela via posterior. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2004, vol.54, n.1, pp. 84-90. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942004000100012.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hemodiluição normovolêmica aguda (HNA) é um método de transfusão autóloga simples e de baixo custo. O objetivo deste estudo foi verificar se a HNA pode reduzir a necessidade de sangue homólogo em crianças submetidas à artrodese da coluna vertebral pela via posterior e avaliar as complicações decorrentes da hemodiluição nesse tipo de paciente. MÉTODO: Participaram do estudo 25 crianças, estado físico ASA I e II, submetidas a artrodese de coluna pela via posterior, e que receberam HNA (grupo H). Foram registrados os valores do hematócrito no início e fim da cirurgia, na alta da terapia intensiva e do hospital, o percentual de crianças que recebeu transfusão homóloga durante e após a cirurgia e as complicações ocorridas no intra e no pós-operatório. Os dados do grupo H foram comparados com outro grupo de crianças submetidas ao mesmo tipo de cirurgia, mesma técnica anestésica, porém sem HNA (grupo S). RESULTADOS: As medianas de idade e peso dos dois grupos H e S foram respectivamente 13 e 12 anos e 41,5 e 34 kg. Foram retirados 523 ml de sangue do grupo H, no início da cirurgia, equivalente a 17,1% da volemia, e reinfundida simultaneamente solução de Ringer com lactato, reduzindo o hematócrito para 28,8% ± 3.72%. No final da cirurgia, após a reinfusão do sangue autólogo, hematócrito atingiu o valor médio de 27% no grupo H e 30,4% no grupo S (p = 0,01). Na alta da unidade de terapia intensiva e na alta do hospital, as diferenças entre os hematócritos não eram estatisticamente significativas. Transfusão de sangue homólogo foi utilizada em 28% das crianças do grupo H e 79% do grupo S (p = 0,001). Hipotensão arterial ocorreu em 28% dos pacientes do grupo H e 37,5% do grupo S (p = 0,9). No grupo S, 4 pacientes tiveram complicações infecciosas importantes no pós-operatório. A duração da internação hospitalar nos grupos H e S foram, respectivamente, 7,56 ± 3,203 dias e 9,75 ± 4,245 dias (p = 0,009). O grupo H recebeu 3.948 ± 1.334 ml de Ringer com lactado e o grupo controle 2.234 ± 953 ml (p < 0,0001). CONCLUSÕES: A hemodiluição normovolêmica aguda é um método seguro e capaz de reduzir a necessidade por sangue homólogo em crianças submetidas à artrodese de coluna. Não houve complicações decorrentes da anemia.

Keywords : ANESTESIA, Pediátrica; CIRURGIA, Ortopédica; SANGUE [hemodiluição normovolêmica].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese