SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue1Analgesic efficacy of dexmedetomidine as compared to sufentanil in intraperitoneal surgeries: comparative studyComparison of transarterial and multiple nerve stimulation techniques for axillary block using lidocaine with epinephrine author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

CASTRO, Ferdinand Edson de  and  GARCIA, João Batista Santos. Analgesia preemptiva com S(+)cetamina e bupivacaína peridural em histerectomia abdominal. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.1, pp. 28-39. ISSN 1806-907X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000100004.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O presente estudo investiga a capacidade de o antagonista do receptor NMDA, S(+)cetamina, associado à injeção peridural de anestésico local (bupivacaína), previamente administrado à incisão promover analgesia preemptiva em pacientes submetidas a histerectomia total abdominal. MÉTODO: Foram avaliadas 30 pacientes, distribuídas aleatoriamente em dois grupos de igual tamanho e estudadas prospectivamente de forma encoberta. Injeção peridural e inserção de cateter foram realizadas entre os interespaços de L1-L2. No grupo I (G1, n = 15), as pacientes receberam, por via peridural, 17 mL de bupivacaína a 0,25%, sem vasoconstritor, associados a 30 mg de S(+)cetamina (3 mL), trinta minutos antes da incisão cirúrgica; após 30 minutos da incisão, receberam 20 mL de solução fisiológica a 0,9%. No grupo 2 (G2, n = 15), receberam 20 mL de solução fisiológica, por via peridural, 30 minutos antes da incisão, sendo feita administração de 17 mL de bupivacaína a 0,25% associados a 30 mg de S(+)cetamina (3 mL), trinta minutos depois da incisão. Após a injeção peridural, realizou-se anestesia geral com propofol, pancurônio, O2 e isoflurano. Para analgesia pós-operatória foi usada solução peridural em bolus de fentanil associada à bupivacaína, em intervalo mínimo de quatro horas e suplementação com dipirona, se necessária. Avaliou-se a intensidade da dor através de escala numérica e verbal (ao despertar, 6, 12, 18 e 24 horas após o término da operação), o tempo necessário para solicitar pela primeira vez o analgésico e o consumo total de analgésicos. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre os grupos em relação ao tempo para solicitar analgésicos pela primeira vez, ao consumo de analgésicos e aos escores de dor pelas escalas numérica e verbal. CONCLUSÕES: Não foi possível demonstrar efeito preemptivo com a utilização peridural de S(+)cetamina e bupivacaína nas doses utilizadas em histerectomia abdominal.

Keywords : ANALGESIA [peridural]; ANALGESIA [preemptiva]; ANESTÉSICOS [bupivacaína]; ANESTÉSICOS [cetamina].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License