SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue1Anesthesia breathing systems with CO2 absorption, circle valve circuit: comparison of thermal behavior of coaxial system and conventional system with different fresh gas flowsCarbon dioxide embolism during laparoscopic surgery: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

GRANDO, Tailur Alberto et al. Alterações pós-anestésicas do hematócrito em cirurgias ortognáticas. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.1, pp. 78-86. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000100009.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Com o aumento de doenças transmissíveis através das transfusões sangüíneas, as suas indicações estão sendo muito questionadas. Os objetivos deste trabalho são avaliar a perda sangüínea peri-operatória, e a recuperação do hematócrito após 14 dias, em pacientes submetidos à cirurgia ortognática, realizada sob anestesia geral e hipotensão controlada, com três diferentes técnicas de reposição volêmica. MÉTODO: Foi realizado um estudo prospectivo em pacientes submetidos consecutivamente à cirurgia ortognática, no período entre agosto de 1985 a julho de 2003. Os pacientes foram divididos em três grupos; grupo I, com autodoação prévia de 7 dias; grupo II, com autodoação intra-operatória; e grupo III, com hemodiluição normovolêmica. A medicação pré-anestésica, a indução, a manutenção, os fármacos e a monitorização foram padronizados. Os pacientes foram submetidos à anestesia geral com hipotensão arterial induzida e controlada. Foram analisados a perda sangüínea, o tempo anestésico, as pressões sistólica, diastólica e média, a freqüência cardíaca, o hematócrito e a hemoglobina antes da indução anestésica, e o hematócrito e a hemoglobina após 60 horas e 14 dias do pós-operatório bem como as complicações peri-operatórias. RESULTADOS: A perda sangüínea foi de 1340,03 ± 427,97 no grupo I; 1098,08 ± 429,30 no grupo II; e 1044,71 ± 526,56 no grupo III, com diferença estatística significativa no grupo I em relação aos grupos II e III. Houve diminuição significativa do hematócrito antes da indução da anestesia (24%), comparado aos resultados obtidos em 60 horas, e restauração de 83% do hematócrito, em 14 dias. CONCLUSÕES: A perda sangüínea peri-operatória nos três grupos foi considerável, com mínima necessidade de transfusão de sangue alogênico. A quase totalidade dos pacientes tolerou a perda sangüínea, pois eram em geral jovens, estado físico ASA I e II e sem grande comorbidade associada. O hematócrito em 14 dias não recuperou o valor pré-operatório.

Keywords : CIRURGIA [Ortognática]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Geral [hipotensão controlada]; TÉCNICAS DE MEDIÇÃO [hematócrito].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese