SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue3Effects of induced hypertension on brain compliance and perfusion pressure in experimental intracranial hypertension: comparison between cryogenic brain injury and subdural balloonDrug-delivery systems for racemic bupivacaine (S50-R50) and bupivacaine enantiomeric mixture (S75-R25): cyclodextrins complexation effects on sciatic nerve blockade in mice author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

ROSO, Nilson Camargo; VIANNA, Pedro Thadeu Galvão; CASTIGLIA, Yara Marcondes Machado  and  BRAZ, José Reinaldo Cerqueira. Efeitos hemodinâmicos e renais da injeção de doses elevadas de clonidina no espaço peridural do cão. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.3, pp. 308-315. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000300007.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Não existem estudos que relatem as repercussões renais determinadas pela injeção de doses elevadas de clonidina no espaço peridural. O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos hemodinâmicos e renais determinados pela injeção de doses elevadas de clonidina no espaço peridural do cão. MÉTODO: Vinte animais anestesiados com tiopental sódico e fentanil foram distribuídos aleatoriamente e de forma duplamente encoberta em dois grupos: Grupo 1 ou placebo (n = 10), que recebeu 0,2 mL.kg-1 de solução fisiológica, e Grupo 2 ou clonidina (n = 10), que recebeu 0,2 mL.kg-1 de uma solução contendo 50 µg.mL-1 de clonidina, no espaço peridural. Foram avaliados os seguintes parâmetros hemodinâmicos: freqüência cardíaca (FC): bat.min-1; pressão arterial média (PAM): mmHg; pressão da artéria pulmonar ocluida (PAOP): mmHg; débito cardíaco (DC): L.min-1; volume sistólico (VS): mL; também, os seguintes parâmetros da função renal foram avaliados: fluxo sangüíneo renal (FSR): mL.min-1; resistência vascular renal (RVR): mmHg.mL-1.min; volume urinário minuto (VUM): mL.min-1; depuração de creatinina (DCr): mL.min-1; depuração de para-aminohipurato (DPAH): mL.min-1; fração de filtração (FF); depuração de sódio (DNa): mL.min-1; depuração de potássio (DK): mL.min-1; excreção fracionária de sódio (EFNa): %; excreção urinária de sódio (UNaV): µEq.min-1; excreção urinária de potássio (UKV): µEq.min-1. O experimento consistiu em três momentos de 20 minutos cada. Os dados foram coletados aos 10 minutos de cada momento e a diurese, no início e no final de cada momento. Ao término de M1, a clonidina ou a solução fisiológica foi administrada no espaço peridural. Após período de 20 minutos iniciou-se M2 e, em seguida, M3. RESULTADOS: A clonidina na dose de 10 µg.kg-1 no espaço peridural do cão promoveu alterações significativas, com diminuições da freqüência cardíaca e do débito cardíaco e aumento da relação depuração de para-aminohipurato de sódio/débito cardíaco. CONCLUSÕES: Nas condições realizadas e nas doses empregadas, pode-se concluir que a clonidina não promoveu alteração da função renal, mas diminuiu valores hemodinâmicos (freqüência e débito cardíaco).

Keywords : ANIMAIS [cães]; DROGAS [clonidina]; SISTEMA RENAL [função]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [peridural].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese