SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue4Effect of priming in shortening onset of pipecuronium, a new nondepolarizing neuromuscular blocker author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

CARDOSO, Leandro Sotto Maior; MARTINS, César Romão  and  TARDELLI, Maria Angela. Efeitos da lidocaína por via venosa sobre a farmacodinâmica do rocurônio. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.4, pp. 371-380. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000400001.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O rocurônio é um bloqueador neuromuscular (BNM) não-despolarizante de ação intermediária que apresenta início de ação mais rápido, indicado para situações onde há necessidade de intubação traqueal rápida. A lidocaína é freqüentemente utilizada por via venosa para diminuir as respostas hemodinâmicas associadas à intubação traqueal. A associação de um BNM a um anestésico local resulta em potencialização dos efeitos bloqueadores neuromusculares. O objetivo deste estudo é avaliar a interação entre a lidocaína e a farmacodinâmica do rocurônio avaliada por aceleromiografia. MÉTODO: Pacientes estado físico ASA I e II, com idade entre 18 e 65 anos, aleatoriamente distribuídos em dois grupos (GC: controle e GL: lidocaína), receberam rocurônio como bloqueador neuromuscular. O GL recebeu lidocaína (1,5 mg.kg-1) 3 minutos antes do rocurônio. A função neuromuscular foi avaliada pela resposta do músculo adutor do polegar à seqüência de quatro estímulos (SQE). Após a injeção do BNM foram anotados os tempos para a primeira resposta (T1) até a SQE atingir 10% e 0% do valor controle, e recuperar 25%, 75% e 95% da altura de contração (Dur25%, Dur75%, Dur95%). Anotou-se também o tempo de recuperação de T4/T1 = 0,8) e os intervalos Dur75%-Dur25% (IR25-75) e T4/T1 = 0,8 - Dur25%. RESULTADOS: Este estudo não demonstrou diferença estatística significativa entre os grupos quando comparados T1= 10%, T1 = 0, IR25-75, T4/T1 = 0,8 - Dur25%. Os tempos para Dur25%, Dur75%, Dur95% no GL foram estatisticamente superiores aos do GC. CONCLUSÕES: A associação de lidocaína ao rocurônio prolongou a fase inicial de recuperação do bloqueio sem interferir com o início de ação ou com a fase de recuperação final.

Keywords : ANESTÉSICOS [Local]; ANESTÉSICOS [lidocaína]; BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES [Não-Despolarizante]; BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES [rocurônio].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese