SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue4Effects of intravenous lidocaine on the pharmacodynamics of rocuroniumDexamethasone compared to metoclopramide in the prophylaxis of emesis in children undergoing ambulatory surgical procedures author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

CANGA, José Carlos et al. Efeito do priming na redução da latência do pipecurônio, novo bloqueador neuromuscular não-despolarizante. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.4, pp. 381-386. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000400002.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Uma das mais importantes propriedades dos bloqueadores neuromusculares é o rápido início de ação, possibilitando intubação traqueal precoce. A administração de pequena dose de bloqueador não-despolarizante antes da dose plena é sabidamente redutora da latência da maioria dos bloqueadores neuromusculares utilizados. O brometo de pipecurônio é um agente aminoesteróide de longa duração com grande estabilidade cardiovascular, porém, com início de ação tardio. O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito do priming do pipecurônio em pacientes adultos submetidos a cirurgias eletivas sob anestesia geral. MÉTODO: Foram estudados 33 pacientes adultos de ambos os sexos, com idade entre 20 e 65 anos, estado físico ASA I ou II, submetidos a cirurgias eletivas sob anestesia geral. Foram excluídos do estudo pacientes com insuficiência renal ou hepática, neuromiopatia, uso concomitante de drogas que influenciem a sua farmacocinética ou pacientes com histórico familiar de hipertermia maligna. Foram divididos em dois grupos: Grupo 1 onde foi utilizado o priming com 0,01 mg.kg-1 e três minutos depois completada a dose de 0,08 mg.kg-1 e o Grupo 2, sem dose priming (Grupo Controle). O relaxamento neuromuscular foi controlado pela aceleromiografia (Aparelho TOF-Guard) e no momento em que T1 < 10% era realizada a laringoscopia. A análise estatística foi feita pelos testes T para amostras independentes e a normalidade pelo Shapiro Wilks. RESULTADOS: Os grupos foram homogêneos e observou-se que o tempo para T1 < 10% no Grupo 1 foi de 161,4 ± 13,7 segundos e no Grupo 2 foi 217,8 ± 23,4 segundos, com p < 0,001, havendo diferença estatística significativa entre os grupos. CONCLUSÕES: Os resultados do estudo mostraram diferença estatística significativa entre os grupos com e sem priming, indicando que o pipecurônio também tem latência reduzida, assim como os demais bloqueadores neuromusculares conhecidos.

Keywords : BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES [Não-Despolarizante]; BLOQUEADORES NEUROMUSCULARES [pipecurônio].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese