SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 issue5Intra-articular bupivacaine and morphine for knee osteoarthritis analgesia. Comparative study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

HELAYEL, Pablo Escovedo et al. Efeitos da clonidina por via muscular e perineural no bloqueio do nervo isquiático com ropivacaína a 0,5% . Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2005, vol.55, n.5, pp.483-490. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942005000500002.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Foram estudados os efeitos da clonidina sobre a latência, a qualidade da anestesia e a duração da analgesia do bloqueio do nervo isquiático com ropivacaína a 0,5%. MÉTODO: Quarenta pacientes adultos foram submetidos a cirurgias sobre o pé e/ou a face lateral do tornozelo sob bloqueios combinados de nervos femoral e isquiático, por via anterior, em que foram alocados, segundo números aleatórios em grupo 1: 25 mL de ropivacaína a 0,5% e placebo perineural; grupo 2: 2 µg.kg-1 de clonidina por via muscular e 25 mL de ropivacaína a 0,5% perineural; e grupo 3: 2 µg.kg-1 de clonidina e 25 mL de ropivacaína a 0,5% perineural, injetados após obtidas respostas motoras com correntes de 0,2 e 0,5 mA. A sensibilidade e a motricidade foram avaliadas por 30 minutos após o bloqueio. Um escore de efetividade total do bloqueio foi atribuído. A qualidade da anestesia cirúrgica foi classificada com sucesso ou falha, segundo a necessidade de suplementação sistêmica. A duração foi o tempo desde a realização do bloqueio até a primeira solicitação de analgésico. RESULTADOS: As latências medianas foram 5, 12,5 e 17,5 minutos nos grupos 1 a 3, respectivamente (p = 0,11). As taxas de sucesso foram de 100%, 93% e 75%, respectivamente (p = 0,12). A duração da analgesia pós-operatória foi de 14,5, 13,5, e 13,75 horas, respectivamente (p = 0,15). CONCLUSÕES: A clonidina por via muscular ou perineural não influenciou a latência, a qualidade de anestesia ou a duração da analgesia do bloqueio do nervo isquiático com ropivacaína a 0,5%.

Keywords : ANALGÉSICOS [clonidina]; ANESTÉSICOS [Local]; ANESTÉSICOS [ropivacaína]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS [Regional]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS [bloqueio isquiático].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License