SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue3Ephedrine and etilefrine as vasopressor to correct maternal arterial hypotension during elective cesarean section under spinal anesthesia. Comparative studyHemodynamic effects of aortic occlusion during inhalational anesthesia with isoflurane and sevoflurane: experimental study in dogs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

FONSECA, Neuber Martins; MANDIM, Beatriz Lemos; RUZI, Roberto Araújo  and  TAVARES, Fabiana Rosa. Bloqueio do nervo isquiático por abordagem posterior simplificada no ponto médio do sulco glúteo-femoral: estudo com diferentes volumes de lidocaína a 1%. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2006, vol.56, n.3, pp. 230-238. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942006000300003.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O bloqueio do nervo isquiático por via subglútea foi descrito com sucesso em estudo anterior, sendo mais uma opção entre as várias abordagens possíveis. O nervo isquiático torna-se superficial na borda inferior do músculo glúteo máximo, permitindo seu acesso com fácil localização, pouco desconforto e baixo risco de punção acidental de grandes vasos. O objetivo deste estudo foi avaliar o bloqueio do nervo isquiático por esta abordagem simplificada com diferentes volumes de lidocaína a 1%. MÉTODO: Foram estudados 40 pacientes com intervenções cirúrgicas na perna ou no pé distribuídos em dois grupos. Após monitorização, eles foram posicionados em decúbito ventral e realizado bloqueio no ponto médio do sulco glúteo-femoral, com auxílio de neuroestimulador e agulha de 5 cm eletricamente isolada, utilizando 300 mg (G1) ou 200 mg (G2) de lidocaína a 1% sem adrenalina. RESULTADOS: Obteve-se anestesia adequada em todos os casos com o volume e a concentração usados. O tempo de execução do bloqueio foi de 8,6 ± 5,7 min (G1) e 5,6 ± 5,7 min (G2). A latência foi de 5,98 ± 1,4 min (G1) e 6,7 ± 2,9 min (G2). A duração sensitiva e motora do bloqueio foi de 243 ± 37 min e 152 ± 30 min (G1) e 235 ± 39 min e 149 ± 59 min (G2), respectivamente. Não foram observadas diferenças estatísticas significativas entre os grupos estudados. CONCLUSÕES: Essa abordagem é eficaz e de fácil execução, podendo a dose total de anestésico ser reduzida sem comprometimento da qualidade.

Keywords : ANATOMIA [nervo isquiático]; ANESTESIA, Regional; ANESTÉSICOS, Local [lidocaína]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [bloqueio do nervo isquiático].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese