SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue4Transportation of patients to the post-anesthetic recovery room without supplemental oxygen: repercutions on oxygen saturation and risk factors associated with hypoxemiaPostoperative analgesia for cesarean section: does the addiction of clonidine to subarachnoid morphine improve the quality of the analgesia? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

NORA, Fernando Squeff; AGUZZOLI, Marcos  and  OLIVEIRA FILHO, Getúlio Rodrigues de. Atitudes atuais de anestesiologistas e médicos em especialização com relação à anestesia venosa total. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2006, vol.56, n.4, pp.362-369. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942006000400004.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: No passado, tempo, custos, informações, treinamento e avaliação da profundidade da anestesia limitavam a aceitação da anestesia venosa total (TIVA). O objetivo deste estudo foi determinar atitudes de anestesiologistas e médicos em especialização com relação à anestesia venosa total. MÉTODO: Um questionário foi enviado a 150 anestesiologistas e 102 residentes. A concordância (C) e discordância (D) em cada item foram comparadas por testes z (consenso, se p < 0,05). RESULTADOS: Houve 98 respostas. Os dados representaram números de respostas por categoria. A maioria dos participantes concordou que a qualidade do despertar estimula o uso de TIVA (C/D = 86/8; p < 0,05); que o futuro reside no desenvolvimento de fármacos com rápido início de ação e pronta recuperação (C/D = 88/5; p < 0,05); que gostaria de utilizar TIVA com mais freqüência (C/D = 72/21; p < 0,05) e de saber mais sobre TIVA (C/D = 77/14; p < 0,05). Não houve consenso sobre o nível de conhecimento para realizá-la, comparada com a anestesia inalatória (C/D = 48/47); a maioria não expressou preocupação com a consciência intra-operatória (C/D = 20/77; p < 0,05), mas concordou que a disponibilidade de monitores de consciência aumentaria a utilização de TIVA (C/D = 64/25; p < 0,05). Não houve consenso se a necessidade de bombas de infusão (C/D = 52/40) e custos (C/D = 52/39) limita o seu uso. CONCLUSÕES: As atitudes com relação à TIVA foram predominantemente positivas. Não houve consenso sobre as contribuições do nível de conhecimento, dos dispositivos de infusão e dos custos para o uso de TIVA.

Keywords : METODOLOGIA CIENTÍFICA [pesquisa de opinião]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Geral [venosa].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License