SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue5Comparative study of midazolam with ketamine S(+) versus midazolam with uterine paracervical block for manual intrauterine aspiration author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

COSTA, Verônica Vieira da; SARAIVA, Renato Ângelo  and  DUARTE, Leonardo Teixeira Domingues. Regressão da anestesia geral em pacientes com paralisia cerebral: estudo comparativo utilizando o índice bispectral. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2006, vol.56, n.5, pp. 431-442. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942006000500001.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: É descrito que os pacientes com paralisia cerebral (PC) são mais sensíveis aos agentes anestésicos que poderia comprometer o despertar da anestesia. O objetivo deste estudo foi avaliar a recuperação de pacientes com PC comparada com pacientes sem doença do SNC. MÉTODO: Participaram do estudo crianças de 5 a 15 anos, divididas em dois grupos: com diagnóstico de paralisia cerebral e sem doença do SNC. Todas foram submetidas à anestesia geral com sevoflurano associado a óxido nitroso e oxigênio a 50%. Além da monitorização habitualmente empregada, foram monitorizadas com o EEG-BIS. Durante o despertar da anestesia, a extubação traqueal e o pós-anestésico imediato, foi avaliada a regressão da anestesia segundo os critérios adotados por Saraiva. Avaliou-se também a velocidade de eliminação dos agentes anestésicos correlacionando-a com os valores de EEG-BIS e comparando os dois grupos de pacientes. A análise estatística foi realizada por meio da análise exploratória de dados e teste estatístico para comparação de médias, considerando como diferença estatística significativa o valor de p menor ou igual a 5%. RESULTADOS: Foram avaliados 56 pacientes, sendo 31 com PC e 25 sem doença do SNC. Os grupos foram homogêneos com relação à idade e ao sexo. O valor do EEG-BIS basal dos pacientes com PC foi menor do que o grupo-controle, com diferença estatística significativa (p = 0,04). Nos cinco primeiros minutos após a interrupção do sevoflurano, o valor do EEG-BIS dos pacientes com PC apresentou elevação mais lenta com relação ao controle. A velocidade de eliminação do agente anestésico foi semelhante nos dois grupos. Aos 15 minutos, 48% dos pacientes do grupo-controle estavam no estágio III de regressão anestésica, versus 29% do grupo com paralisia cerebral. Aos 30 minutos, 72% dos pacientes do grupo-controle estavam aptos para receber alta, no estágio IV de regressão anestésica, versus 41,9% dos pacientes com PC. CONCLUSÕES: Os pacientes com paralisia cerebral apresentaram retorno mais lento da consciência em comparação com o grupo-controle.

Keywords : ANESTESIA, Geral [inalatória]; DOENÇAS, Neurológica [paralisia cerebral]; RECUPERAÇÃO PÓS-ANESTÉSICA [regressão da anestesia].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese