SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue1Labor analgesia: a comparative study between combined spinal-epidural anesthesia versus continuous epidural anesthesiaHemodynamic effects of the acute intoxication with bupivacaine, levobupivacaine and 50% enantiomeric excess mixture: an experimental study in pigs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

MARCOLINO, José Álvaro Marques et al. Escala hospitalar de ansiedade e depressão: estudo da validade de critério e da confiabilidade com pacientes no pré-operatório. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2007, vol.57, n.1, pp. 52-62. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942007000100006.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Alguns estudos têm mostrado que os pacientes experimentam uma forte angústia no período pré-operatório. A Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS) é um instrumento para a avaliação da ansiedade e da depressão. O objetivo deste trabalho foi estudar a validade de critério e a confiabilidade da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS) em pacientes no pré-operatório. MÉTODO: Foram avaliados 79 pacientes, internados no Departamento de Cirurgia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e 56 acompanhantes como grupo-controle. Foram aplicados os seguintes instrumentos: Questionário de dados sociodemográficos, Inventário de Ansiedade e de Depressão de Beck e a HADS. RESULTADOS: A consistência interna da HADS variou de 0,79 a 0,84. Os itens da HADS correlacionaram-se positivamente com a pontuação total das respectivas subescalas. A correlação de Spearman entre a HADS-A e o Inventário de Ansiedade de Beck (BAI) e HADS-D com o Inventário de Depressão de Beck (BDI) variou de 0,6 a 0,7. A sensibilidade e a especificidade variaram de 69,6% a 90,9%. CONCLUSÕES: As subescalas da HADS apresentaram índices de consistência interna recomendáveis para instrumentos de triagem. Os itens da HADS correlacionaram-se positivamente com a pontuação total nas subescalas de ansiedade e de depressão. A correlação de moderada para forte entre a HADS-A e a HADS-D pode estar relacionada com a comorbidade entre ansiedade e depressão. Para o clínico que utiliza a HADS, continua útil o raciocínio que encara ansiedade e depressão como conceitos distintos. A utilização de um instrumento simples como a HADS poderia revelar casos de transtorno do humor que podem passar despercebidos pela equipe assistencial.

Keywords : AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA [estado psicológico].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese