SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue2Measurement of anxiety and depression in preoperative patients. Comparative studySevere hemodynamic instability during the use of isoflurane in a patient with idiopathic scoliosis: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

BISINOTTO, Flora Margarida Barra; PEDRINI JUNIOR, Maurício; ALVES, Alírio Alex Rosa  and  ANDRADE, Maria Abadia Pereira Roso. Implantação do Serviço de Avaliação Pré-Anestésica em Hospital Universitário: dificuldades e resultados. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2007, vol.57, n.2, pp. 167-176. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942007000200005.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A avaliação pré-operatória é a chave principal para um bom preparo pré-operatório e manuseio intra-operatório. Quando realizada em nível ambulatorial permite uma análise melhor, possibilitando investigações adicionais, melhorando a qualidade do preparo e diminuindo os custos hospitalares. O objetivo deste estudo foi analisar a implantação e o desenvolvimento do Serviço de Avaliação Pré-Anestésica (SAPAN) em Hospital Universitário, verificando quais foram as dificuldades e os resultados positivos encontrados. MÉTODO: Foram avaliados os dados relativos aos pacientes atendidos no ambulatório do SAPAN, pelos médicos em especialização com supervisão de um docente, nos primeiros nove meses de instalação. A consulta era feita seguindo uma ficha padronizada. Ao término, os pacientes eram liberados para o procedimento cirúrgico ou encaminhados para consulta com outros especialistas para controle de doenças específicas. Analisou-se o número de pacientes avaliados e o número de procedimentos cirúrgicos eletivos realizados nesse período e as diversas especialidades cirúrgicas, porcentagem de pacientes com intervenção cirúrgica suspensa por necessidade de controle de doenças, e as especialidades clínicas mais solicitadas. RESULTADOS: Realizaram-se 913 consultas ambulatoriais e 5.409 intervenções cirúrgicas eletivas. Várias clínicas não encaminharam seus pacientes para a avaliação. Por necessidade clínica, 11,9% dos pacientes tiveram o procedimento cirúrgico suspenso, e as clínicas envolvidas foram cardiologia (43,08%), pneumologia (25,74%), hematologia (21,65%) e endocrinologia (9,52%). CONCLUSÕES: Embora grande parte dos pacientes não tenha sido encaminhada pelas especialidades cirúrgicas, os dados iniciais do SAPAN permitiram demonstrar os benefícios de um serviço de preparo ambulatorial dos pacientes.

Keywords : AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA [ambulatorial].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese