SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue3Low dose isobaric, hyperbaric, or hypobaric bupivacaine for unilateral spinal anesthesiaExtended three-in-one block versus intravenous analgesia for postoperative pain management after reconstruction of anterior cruciate ligament of the knee author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

CICARELLI, Domingos Dias; SILVA, Renata Veloso; FRERICHS, Elke  and  PAGNOCCA, Marcelo Lacava. Bloqueio combinado para analgesia de parto: a adição de sufentanil ao anestésico local influencia o apgar dos recém-nascidos?. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2007, vol.57, n.3, pp. 272-279. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942007000300005.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O bloqueio combinado (BC) é uma técnica muito utilizada em anestesia obstétrica. Porém não há na literatura padronização com relação à técnica, doses e anestésicos utilizados, além da controvérsia sobre a possibilidade da adição do opióide ao anestésico local causar bradicardia fetal e alteração de sua vitalidade. O objetivo deste estudo foi identificar as técnicas e anestésicos utilizados no Serviço de Anestesiologia do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP) e avaliar se a utilização de sufentanil associado ao anestésico local no BC altera o Apgar dos recém-nascidos. MÉTODO: Foram analisadas as fichas de anestesia em que foram realizados BC para analgesia de parto durante 12 meses no Hospital Universitário da USP. Foram registrados o uso e dose de sufentanil, a via de parto utilizada e os escores de Apgar do 1°, 5° e 10° minutos dos recém-nascidos. RESULTADOS: Dos 635 BC avaliados, 307 utilizaram sufentanil e anestésico local (Grupo SUF) e 328, só anestésico local (Grupo AL). Cento e vinte e sete (20%) foram realizados através da técnica de agulha por dentro de agulha e os outros 508 (80%) foram realizados pela técnica de duas punções. Não foi verificada diferença entre o Apgar dos grupos estudados no 1°, 5° e 10° minutos. CONCLUSÕES: O sufentanil utilizado no bloqueio combinado não alterou o Apgar dos recém-nascidos.

Keywords : ANALGESIA, Obstétrica [parto]; ANALGÉSICOS, Opióide [sufentanil]; AVALIAÇÃO RECÉM-NASCIDO [Apgar]; TÉCNICAS ANESTÉSICAS, Regional [combinada].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese