SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue5Pain evaluation in neonatology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094On-line version ISSN 1806-907X

Abstract

SILVA, Yerkes Pereira e; GOMEZ, Renato Santiago; MAXIMO, Thadeu Alves  and  SILVA, Ana Cristina Simões e. Sedação e analgesia em neonatologia. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2007, vol.57, n.5, pp.575-587. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942007000500013.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A importância do estudo da dor em Neonatologia se deve ao fato de que a sensação de dor e estresse significa sofrimento e desconforto para os recém-nascidos e, apesar desse conhecimento, pouco tem sido feito para minimizá-los. Nessa revisão foram discutidas: a prevenção da dor, as medidas não-farmacológicas e farmacológicas para o seu tratamento e a sedação em recém-nascidos. CONTEÚDO: Várias são as medidas não-farmacológicas que podem ser tomadas com intuito de prevenir a dor nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatal e também para tornar o ambiente mais humanizado e menos estressante para os pacientes e seus familiares. O tratamento da dor no recém-nascido consiste em medidas não-farmacológicas (sucção não-nutritiva, glicose) e farmacológicas (analgésicos não-opióides, opióides e anestésicos locais). A sedação em recém-nascidos é produzida por fármacos que agem diminuindo a atividade, a ansiedade e a agitação do paciente, podendo levar à amnésia de eventos dolorosos ou não-dolorosos. A sedação pode ser feita pela administração de hidrato de cloral, barbitúricos, propofol e benzodiazepínicos. CONCLUSÕES: A prevenção da dor e a indicação de analgesia devem ser individualizadas e sempre consideradas em todos os recém-nascidos portadores de doenças potencialmente dolorosas e/ou submetidos a procedimentos invasivos, cirúrgicos ou não.

Keywords : ANALGÉSICOS, Opióides [morfina, fentanil, sufentanil, alfentanil, remifentanil]; ANALGÉSICOS, Não-opióides [paracetamol, dipirona, indometacina]; ANESTÉSICOS [Local]; DOR, Tratamento [não-farmacológico, farmacológico]; SEDAÇÃO [recém-nascido].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License