SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue6Perioperative analgesia with continuous epidural infusion of morphine combined with clonidine in children undergoing abdominal surgeries author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

MANTOVANI, Nara de Cássia et al. Avaliação da aplicação do índice de tobin no desmame da ventilação mecânica após anestesia geral. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2007, vol.57, n.6, pp. 592-605. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942007000600002.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVO: O índice preditivo de descontinuação da ventilação mecânica é parâmetro de prognóstico de desmame. O objetivo deste estudo foi avaliar a aplicação do índice de Tobin antes da extubação traqueal em pacientes submetidos à anestesia geral. MÉTODO: Foram analisados 80 pacientes, 40 (50%) homens e 40 (50%) mulheres submetidos a colecistectomia sob anestesia geral. A média de idade foi 57,7 ± 12,4 (33 a 82 anos) e a média do peso corpóreo foi 70,85 ± 11,07 (48 a 90 kg). Trinta e sete (46,2%) pacientes eram tabagistas. O índice de Tobin foi obtido pela relação entre freqüência respiratória e volume corrente em ciclos/litro/minuto (c.L-1.min-1). Foram estudadas as variáveis: idade, peso, tabagismo, risco anestésico-cirúrgico, duração do procedimento, volume corrente expirado e freqüência respiratória pós-operatória, tempo de permanência na recuperação pós-anestésica, ocorrências clínicas intra-operatórias e gravidade das ocorrências clínicas após extubação. Foram utilizados testes estatísticos paramétricos e não-paramétricos, e análise de regressão logística univariada e múltipla. RESULTADOS: A idade (p = 0,019), peso corpóreo (p = 0,006), tabagismo (p = 0,014), risco anestésico (p = 0,0001), volume corrente (p < 0,0001), freqüência respiratória (p < 0,0001), tempo de permanência na recuperação pós-anestésica (p < 0,0001) e ocorrências clínicas pós-extubação (p < 0,0001) influenciaram de forma significativa o índice de Tobin. As variáveis independentes com risco de insucesso do desmame ventilatório foram idade avançada e o peso corpóreo elevado (p = 0,023). CONCLUSÕES: O desmame ventilatório pós-operatório com índice de Tobin > 80 c.L-1.min-1 e < 100 c.L-1.min-1 apresentou risco elevado de ocorrências clínicas pós-extubação traqueal. Nos pacientes com índice de Tobin > 80 c.L-1.min-1, a idade avançada e o peso corpóreo elevado constituíram variáveis independentes de risco para o insucesso do desmame da ventilação mecânica.

Keywords : CIRURGIA, Abdominal [colecistectomia]; COMPLICAÇÕES [extubação traqueal]; VENTILAÇÃO [controlada mecânica].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese