SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue3Patients with sequelae of poliomyelitis: does the anesthetic technique impose risks?Breakage of epidural catheters: etiology, prevention, and management author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Abstract

PANOSSIAN, Cláudia et al. O uso de manta térmica no intra-operatório de pacientes submetidos à prostatectomia radical está relacionado com a diminuição do tempo de recuperação pós-anestésica. Rev. Bras. Anestesiol. [online]. 2008, vol.58, n.3, pp. 220-226. ISSN 0034-7094.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942008000300004.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A anestesia e o procedimento cirúrgico causam alterações térmicas substanciais. A hipotermia pode causar complicações cardiovasculares, distúrbios da coagulação, alterações imunológicas e hidroeletrolíticas, além de diminuir o metabolismo de fármacos aumentando o período de recuperação pós-anestésica (RPA). A circulação de ar aquecido (manta térmica) é o método de aquecimento não-invasivo mais efetivo disponível atualmente. O objetivo do presente estudo foi comparar o tempo de permanência na RPA de pacientes submetidos à prostatectomia radical com e sem o uso de manta térmica no período intra-operatório. MÉTODO: Foram estudados pacientes ASA PS I, II, III, entre 45 e 75 anos, submetidos à prostatectomia radical sob anestesia geral no ano de 2004. Os dados coletados incluíram: idade, peso, estado físico, técnica anestésica, uso de manta térmica e tempo de permanência na RPA, que foram tabulados em planilha Excel e analisados pelo teste de Mann-Whitney. RESULTADOS: Os pacientes em que a manta térmica foi utilizada no período intra-operatório permaneceram em média 139,66 ± 58,6 minutos na RPA; já nos pacientes em que a manta térmica não foi utilizada o tempo de permanência foi em média 208,28 ± 65,8 minutos na RPA (p < 0,0001). CONCLUSÕES: Nas condições do presente estudo concluiu-se que o uso de manta térmica no intra-operatório de pacientes submetidos à prostatectomia radical esteve associado a diminuição significativa do tempo de permanência na RPA.

Keywords : COMPLICAÇÕES [hipotermia]; FISIOLOGIA [temperatura]; RECUPERAÇÂO PÓS-ANESTÉSICA [sala de recuperação].

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese